Por: JCS

Michelle Ellis, inglesa, teve uma sepse (infecção generalizada), esteve em coma e está internada. Ela não sabe ainda que suas mãos foram amputadas.

Uma inglesa foi mordida por seu cão de estimação nas mãos, a região mordida ficou inflamada e infeccionada, levando-a a coma no hospital, infelizmente, a infecção aumentou e os médicos tiveram que amputar as duas mãos.

Em 16 de janeiro, Michelle Ellis estava tentando colocar o seu cãozinho de estimação na gaiola, foi quanto o animal a mordeu, causando um pequeno ferimento.

Ela pensava que aquele ferimento fosse simples, mas, ficou muito inflamado e virou uma infecção, logo em seguida a infecção aumentou e se espalhou, gerando uma sepse (infecção generalizada, que foi espalhada pela corrente sanguínea.

capa oficial - Mordida do cão de estimação em sua dona infecciona e ela perde as mãos

Melanie, irmã de Michelle, disse ao tabloide The Sun, que ela teve falência múltipla de órgãos e coma induzido por duas semanas. Ela continua internada no Hospital Derriford, Plymouth (Inglaterra).

Devido às complicações da infecção generalizada, os médicos tiveram que amputar as duas mãos de Michelle que ainda não sabe disto.

“Seus rins ainda não estão funcionando e a extensão dos danos causados é incerta até o momento. Ela ainda não está ciente da situação das mãos”, disse Melanie.

Diante da gravidade desta situação, sua família ainda não pode visita-la devido as restrições impostas pela pandemia.

Ajuda Financeira

A família está promovendo via redes sociais uma campanha de arrecadação financeira, que já arrecadou R$ 25.700 (3.450 Libras) até agora. O objetivo é conseguir arrecadar R$ 745.000, para que consigam comprar as próteses, financiar todo o tratamento e a recuperação dela, conforme disse Melanie, sua irmã.

Conforme o The Sun, provavelmente o cachorro seja sacrificado.

Com informações: R7

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS