A mulher havia ameaçado cair na estrada quando viu Digby, um cachorrinho que trabalha com bombeiros em Devon, na Inglaterra. A história do cachorrinho a convenceu a se permitir ser ajudada.

Quando uma pessoa está tão sobrecarregada de ansiedade e uma vida cheia de problemas, ela pode pensar em acabar com tudo de uma forma drástica e definitiva. São essas pessoas que acabam tomando a decisão de recorrer ao suicídio público, que alguns especialistas em saúde mental chamam de um alerta desesperado para uma situação que se tornou problemática . O problema com essa análise é que é algo feito com a cabeça fria e os dados de um pesquisador, não com o estado emocional opressor de uma pessoa desesperada.

1 5 - Cão de apoio emocional resgatou uma mulher que pensava em tirar sua vida. Ele a atraiu com sua simpatia
Unsplash – imagem de referência

Essa era a situação com a qual os bombeiros e equipes de resgate em Devon, Inglaterra, se viram lidando quando receberam a ligação de que uma mulher estava pensando em suicídio em público.
A mulher em questão havia se trancado na entrada de uma movimentada rodovia daquela área: cair nela pode significar um final rápido e violento, além de um possível acidente de trânsito para os motoristas. Por isso as autoridades vieram rapidamente, colocando em prática todas as suas táticas para lidar com esses problemas.

2 5 - Cão de apoio emocional resgatou uma mulher que pensava em tirar sua vida. Ele a atraiu com sua simpatia
Unsplash – imagem de referência

Por ser uma situação delicada, as autoridades devem proceder com muito cuidado. Foi por isso que decidiram levar Digby com eles.

3 4 - Cão de apoio emocional resgatou uma mulher que pensava em tirar sua vida. Ele a atraiu com sua simpatia
Foto: PA

As palavras, avisos e pedidos não estavam funcionando para convencer a mulher a ficar longe daquele lugar. Foi o que mais chamou a atenção de um cachorro latindo: a tropa disse em comunicado público coletado pela PA News , que a mulher olhou na direção do latido e ao ver Digby se acalmou:

Quando Digby chegou, a jovem imediatamente virou a cabeça para olhar e sorriu. Isso gerou uma conversa sobre Digby e seu papel no serviço de bombeiros. Ela foi questionada se gostaria de vir ao encontro de Digby se ele voltasse para a grade, e estamos felizes em dizer que sim. “

–Devon Fire Department, em comunicado público recolhido pela PA News –

4 4 - Cão de apoio emocional resgatou uma mulher que pensava em tirar sua vida. Ele a atraiu com sua simpatia
Foto: PA

Foi o encontro com o carinhoso Digby que acabou convencendo a mulher a abandonar a ideia de pegar a estrada. O cachorrinho é muito conceituado dentro da polícia, pois é capaz não só de ajudar pessoas que se encontram em situações como aquela, onde a formação de especialistas não chega, mas serve também para ajudar os próprios bombeiros que estão  passando por maus bocados. vezes em sua vida.

Mais do que o melhor amigo do homem, também poderíamos chamá-los de “psicólogo do homem”.

 

Traduzido e adaptado: UPSOCL

OUTRAS LEITURAS



Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS