Embora a nível econômico e social esta doença é um problema problema inconveniente, para a natureza a quarentena significava um momento de descanso e renovação.

Desde o início deste ano o mundo começou a viver um dos momentos mais difíceis da modernidade. O coronavírus nos ensinou que nem sempre é tão ruim estar em casa, desde que você seja saudável.

Isso não quer dizer que não quiséssemos sair, mas vimos na televisão que quem desobedeceu foi multado e, no pior dos casos, foi infectado.

1 3 - A desova de tartarugas marinhas bate recorde em Cancún graças ao COVID-19. A falta de turistas ajudou
Foto: Getty Imagens

Embora para os humanos fosse o pior, não era o mesmo para a natureza que poderia seguir seu curso sem o aborrecimento humano. Na ausência do barulho dos carros, do turismo agressivo e outras situações, vimos como eles saíam mais e caminhavam com mais calma.

Pois bem, na mesma linha, o prefeito de Benito Juárez deu a boa notícia sobre a maior desova de tartarugas dos últimos anos.

tortuga cancun mexico nacimiento marinas coronavirus0001 - A desova de tartarugas marinhas bate recorde em Cancún graças ao COVID-19. A falta de turistas ajudou
Prefeito de Benito Juárez

Cerca de 1 milhão 324 mil 69 ovos de quatro espécies diferentes foram registrados em Cancún durante esta pandemia. Embora o ano não tenha acabado, esse recorde supera em muito os obtidos anteriormente pelo Programa de Proteção e Conservação das Tartarugas Marinhas.

Conseguimos mais ninhos do que os especialistas esperavam nesta temporada, o que nos mostra que esta pandemia permitiu que a natureza respirasse.”

– A prefeita de Benito Juárez, Mara Lezama disse em um comunicado oficial

Embora com o passar do tempo tudo volte à velha normalidade, eles esperam poder manter essa tendência. Isso porque 6 das 7 espécies de tartarugas marinhas que existem no mundo chegam às praias mexicanas e querem continuar contribuindo para o crescimento de suas espécies.

tortuga cancun mexico nacimiento marinas coronavirus0005 - A desova de tartarugas marinhas bate recorde em Cancún graças ao COVID-19. A falta de turistas ajudou
Getty Images

Todos os dias a Polícia Turística e o pessoal ecológico visitam as praias de Cancún para fiscalizar os ninhos. São 12 quilômetros de extensão, aos quais felizmente aderiu o setor hoteleiro, colocando mais de 50 canetas de proteção.

Durante o seu nascimento, as tartarugas marinhas geralmente precisam de ajuda para chegar ao mar, pois geralmente são vítimas de aves de rapina e também as tartarugas são privadas de colocar seus ovos onde veem muito movimento.

tortuga cancun mexico nacimiento marinas coronavirus0006 - A desova de tartarugas marinhas bate recorde em Cancún graças ao COVID-19. A falta de turistas ajudou
Getty Images

Por isso o coronavírus colaborou nesta ocasião, já que não havia visitantes nas praias, elas sentiam a tranquilidade de botar seus ovos. Embora seja um vírus horrível que queremos acabar, ele nos ensinou algumas lições e é que devemos cuidar de nós mesmos e da natureza.

tortuga cancun mexico nacimiento marinas coronavirus0004 - A desova de tartarugas marinhas bate recorde em Cancún graças ao COVID-19. A falta de turistas ajudou
Getty Images

Não são apenas essas tartarugas marinhas, mas também os animais do resto do mundo que poderiam ter ficado mais livres em nosso confinamento.

Tradução e adaptação de: UPSOCL

 

OUTRAS LEITURAS



Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS