VOCÊ USA CHINELO COM MEIA?

Uma prova de que você tem uma improvável capacidade de se adaptar em qualquer lugar é usar chinelo com meia.

É o casamento do inverno com o verão, do litoral com a serra, da residência com a rua.

Você está com frio, mas não quer dispensar a espontaneidade. Reconhece a temperatura caindo para tapar os pés, mas jamais se acovarda para negar o chinelo. Junta, então, esses dois universos díspares.

Só mesmo quem tem personalidade para se aventurar na improvável combinação.

Pois o conjunto não é anatômico, agride igualmente o conforto da meia e do chinelo. O dedão fica como a cabeça de uma múmia enforcada pela tira. Não é tampouco sensual, desencadeia um andar peculiarmente arrastado.

O hábito revela o espírito de quem não quer perder nada, nenhum momento, tornando-se urbano, praiano e rural ao mesmo tempo.

É próprio dos resilientes, dos intensos, daqueles que não seguem regras e estações e encontram sempre um jeitinho para improvisar e fazer o que querem.

Captura de Tela 140 - VOCÊ USA CHINELO COM MEIA? -Fabrício Carpinejar
Foto: Reprodução Facebook

Por: Fabrício Carpinejar

OUTRAS LEITURAS



Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS