Por: JCS

O Sr. Augustinho Salvalagio, tem 45 anos, é um produtor rural na cidade de Gão-Pará (SC), ele não imaginava que passaria por tamanho apuro. Acabou contraindo o coronavírus e precisou ser internado durante 12 dias, afinal a covid-19 o infectou, era muitas dores no peito e falta de ar. Sua família também ficou doente, assim, não havia quem cuidasse de sua lavoura que tinha 60 mil pés de fumo, ele estava correndo o risco de perder tudo o que plantou.

Sua nora, Talia Carboni, é enfermeira e disse que tanto eles quanto a sua família passaram por momentos difíceis. “O risco de intubação dele era de quase 80%”. Ele não foi intubado por falta de leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na região.

Talia conta que quando via na TV as notícias sobre a gravidade da Covid-19, não imaginava que a família iria passar por algo assim. “A gente se torna até guerreiro, né? Pelas fortes emoções que a gente passou e pelo tanto também que Deus fez ele (Augustinho) forte para sobreviver nesses dias difíceis. ”

capa - Vizinhos e amigos se juntam para cuidar da lavoura de produtor internado com a Covid-19
Foto: Augustinho Salvagio

Com tantas dificuldades e a impossibilidade de trabalhar, vendo que provavelmente perderia sua lavoura por falta de manejo, eles nem imaginavam que a ajuda viria da própria comunidade local. Os vizinhos se juntaram através de um grupo de mensagens no celular, e resolveram que cuidariam da lavoura dele enquanto estivesse impossibilitado de trabalhar por conta da Covid- 19. Sr. Augustinho jamais imaginaria que tantas pessoas estenderiam as mãos para o ajudar. “Vieram 21 pessoas. Começaram as 13h e 15:30 tinham terminado os 60 mil pés de fumo. O que eu tenho para dizer a eles é MUITO OBRIGADO. Não tenho nem palavras para agradecer. Nunca tinha visto algo assim na vida” disse muito emocionado.

A família resolveu juntar todo esse povo, fazer um café da tarde bem sortido e agradecer a todos os amigos vizinhos que ajudaram no manejo da lavoura do Sr. Augustinho. “ A amizade continua ainda mais forte agora. Um dia, quem sabe, eu posso retribuir”, disse o produtor.

cafe - Vizinhos e amigos se juntam para cuidar da lavoura de produtor internado com a Covid-19
Foto: Augustinho Salvagio

Luzia Ascari Salvagio, que é uma produtora rural, disse que a pandemia veio para mostrar que não importa o que as pessoas têm, e sim o que elas FAZEM PELOS OUTROS. “Precisamos ser pessoas de fé, pessoas amigas e solidárias. É nesses momentos de dificuldades que as nossas pequenas atitudes podem fazer a diferença na vida do próximo”.

 

Com informações: Canal Rural

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS