Em janeiro, a pequena Maitena Vizcaíno foi diagnosticada com leucemia mieloide aguda e teve que suportar o elevado número de transfusões. Seus vizinhos e amigos esperaram por ela para comemorar o momento importante.

Maitena Vizcaíno, uma menina argentina de 9 anos, finalmente conseguiu voltar para sua casa em San Antonio Oeste, após vencer o câncer. Ele suportou um tratamento severo no Hospital Italiano de Bahía Blanca e em meio à pandemia. Em 27 de janeiro, a menina foi diagnosticada com leucemia mieloide aguda.

A comunidade da menor a recebeu com uma festa cheia de alegria, balões e muito amor. A conquista emocionou a todos. “ Não esperávamos a surpresa de boas-vindas, voltar para casa é uma grande satisfação porque perdemos muitas coisas, mas acima de tudo voltar com o Maitena saudável. É uma alegria enorme ”, disse a mãe de Maitena, Cristina López, ao Informativo Hoy.

m1 - Uma menina de 9 anos vence o câncer na pandemia e após 200 transfusões de sangue. Comemorado na comunidade
Foto: Informativo Hoje

“No dia 27 de janeiro deste ano, Maitena foi diagnosticada com leucemia mieloide aguda, ela sempre foi uma menina saudável e apenas seus gânglios linfáticos e alguns hematomas estavam inchados. Sua pintura apareceu do nada, em dois dias montou um desvio, que foi muito rápido de San Antonio Oeste a Bahía Blanca, a partir daquele momento não voltamos mais ”, disse à mídia argentina.

m2 - Uma menina de 9 anos vence o câncer na pandemia e após 200 transfusões de sangue. Comemorado na comunidade
Foto: Informativo Hoje

“Desde janeiro, foram pouquíssimas vezes que deram alta, até agora e na maioria das vezes ela ficou internada, veio fazer terapia com algumas complicações, teve que receber mais de 200 transfusões de sangue, foram inúmeras unidades que você recebeu. Ele estava em tratamento quimioterápico, alguns dias notamos que a gente ia ganhando, aos poucos, dia a dia, apesar das complicações ”, continuou.

Cristina indicou que o quadro de Maitena “surgiu do nada” e em poucos dias foram encaminhadas para o Hospital Italiano da cidade. Embora o processo tenha sido complexo, eles receberam amor de todos os lugares.

“Fomos acompanhados por toda a equipe de oncologistas, pediatras, enfermeiras e especialistas do Hospital Italiano e nos sentimos apoiados pelo povo de San Antonio e pelos colaboradores do nosso hospital. Desde o início, todos se mobilizaram para nos ajudar, assim como a obra social do IProSS que esteve presente com os medicamentos e insumos necessários. Ela tinha quadros muito complicados, lutou muito e perdeu muito peso, agora está recuperada. A leucemia é uma doença muito difícil de lidar e recuperar ”, disse Cristina.

m3 - Uma menina de 9 anos vence o câncer na pandemia e após 200 transfusões de sangue. Comemorado na comunidade
Foto: Informativo Hoje

Estamos felizes por você, Maitena!

Traduzido e adaptado de: UPSOCL

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS