Você sabia que os “Radicais Livres” são aquelas moléculas com capacidade para envelhecer, deteriorar e também podem trazer doenças ao nosso corpo? Alguns cientistas fizeram uma recomendação perfeita para combater essa ação envelhecedora: a cerveja!

Conforme a Dra. Pilar Codoñer Franch, médica que faz parte do Departamento de Pediatria, Obstetrícia e Ginecologia da Universidade de Valência, os antioxidantes encontrados na cerveja contribuem para combater os radicais livres, diminuem as rugas dos consumidores e trazem uma excelente vitalidade.

A cerveja tem mais de 200 elementos, entre eles, Vitamina B, ácido fólico (B1, B2, B12) e poli fenóis (agrupamento de antioxidantes naturais que são encontrados nos legumes e frutas).

Radicais Livres: O que são e onde se encontram?

Eles circulam por toda a extensão de nossos corpos, através do sangue (não havendo como evita-los). Conforme a química, milhares e milhares de células diferentes compõem nossa estrutura corporal, que é formado por moléculas. As moléculas são pequenas combinações de átomos os quais se juntam e combinam por uma ligação química arranjada por prótons (carga positiva) e elétrons (carga negativa).

As moléculas que perdem elétrons (oxidadas) têm a tendência de atacar outras moléculas tentando sequestrar elétrons para atingir sua estabilidade. Esta ação gera outra reação em cadeia, pois a molécula que foi “roubada” passa a ser um radical livre tendendo a fazer o mesmo com a outra molécula e, assim por diante.

Nos organismos, o principal efeito da presença de radicais livres e outras espécies reativas de oxigênio é a aceleração do processo de envelhecimento, pelos seus efeitos deletérios podendo levar a morte celular, levando a formação de rugas, fraqueza nos ossos, desidratação na pele. Além disso, eles contribuem para o desenvolvimento de doenças degenerativas tais como catarata, enfisema, artrite, doença de Parkinson, diabetes e câncer.

As rugas scaled - Tomar cerveja diminui as rugas mais que os cremes - Dra Pilar Codoñer Franch
Foto: Reprodução

Esta ocorrência é natural no corpo humano, contudo, há algumas causas externas que podem acelerar esse envelhecimento, por exemplo: se expor em excesso à luz solar ou fumar, essas coisas estimulam o aparecimento dos radicais livres.

Como a cerveja pode combater os radicais livres?

beber cerveja 1 - Tomar cerveja diminui as rugas mais que os cremes - Dra Pilar Codoñer Franch
Foto: Reprodução

Conforme a Dra. Codoñer Franch, os antioxidantes da cevada cozida, que fazem parte da cerveja e as características perceptíveis dessa bebida (cor, aroma, textura), ajudam na interação e combinação com as proteínas e açúcares encarregados do aparecimento de compostos que levam à formação de radicais livres.

De forma natural, acontece um equilíbrio ágil entre oxidantes e antioxidantes. Com a chegada do envelhecimento, esse equilíbrio desaparece aos poucos e os agentes oxidantes são os mais favorecidos, de forma que o consumo de alimentos antioxidantes é completamente necessário à medida que a idade adulta começa a chegar e o declínio natural acontece.

beber cerveja 2 - Tomar cerveja diminui as rugas mais que os cremes - Dra Pilar Codoñer Franch
Foto: Reprodução

Convém lembrar que as quantidades de antioxidantes presentes nas cervejas dependem do tipo e do processo empregado na fabricação, em algumas cervejas os antioxidantes estarão presentes em maior ou menor quantidade, contudo, é importante que cada pessoa encontre a melhor opção de alimento que tenha os antioxidantes na quantidade que seu corpo necessita para combater os radicais livres.

 

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS