Por: JCS

Em 2018, 104 policiais civis e militares no Brasil cometeram suicídio, e 87 foram mortos em horário de trabalho.

Os dados são alarmantes: em 2018, no Brasil, 343 policiais militares e civis foram assassinados. 75% desses casos, os assassinatos aconteceram quando os policiais estavam fora de serviço.

Conforme informações da 13ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, publicado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

O estudo demonstrou que a violência que os policiais estão constantemente expostos, o forte estresse mental e o fácil acesso a armas causaram graves efeitos: 104 policiais suicidaram-se em 2018. Número bem maior que o de policiais que foram mortos durante o trabalho (87 casos).

O estudo do anuário demonstrou também, redução de 10,8% nas mortes violentas intencionais em 2018, no Brasil. Simultaneamente, aumentou em 19,6% o número de mortes resultantes de ações policiais. Totalizando, 6.220 mortes foram provocadas pelas polícias, média de 17 pessoas mortas por dia. Sendo que 99,3% das vítimas eram homens, 77,9% tinham entre 15 e 29 anos, e 75,4% eram negros.

“Para especialistas, o volume de suicídios cria um alerta para a necessidade das corporações prestarem melhor assistência à saúde mental dos agentes”.

Policiais vão para guerra choram morrem... mas a sociedade não se indigna RADAR DF 660x330 - Suicídio provoca mais mortes de policiais do que em combates, indica relatório

Elisandro Lotin, que preside o Conselho de Administração do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, comparou a situação com o mito do policial herói, que antes era imune a todos os problemas, as condições estressantes da atividade policial e principalmente à grande indiferença do Estado diante dos altos índices de suicídios explicam o fenômeno:

Por um lado, o policial quase sempre não pede ajuda para que não seja visto como fresco, o molenga. Em certos lugares, o policial que se afasta para tratar-se tem os dias descontados na folha de pagamento.

Por outro lado, a grande maioria dos Estados não têm um corpo de psicólogos e psiquiatras que acompanhem e cuidem dos policiais. Quase sempre o policial tem que se virar sozinho.

Se você conhece um policial, valorize o trabalho dele.


OUTRAS LEITURAS


Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS