Por: Henrique Corazza
Textão do bem .. 😉

Hoje minha filha me pediu para levá-la até o Burguer King com uma vassoura. Conforme a promoção de Halloween do BK, quem chegasse a pé e de vassoura ganhava um determinado lanche. Imaginando que estaria super lotado, dei a opção de irmos de carro e eu comprava o mesmo lanche que ela ganharia. Ela concordou e fomos ..

Chegando lá, estacionei meu carro exatamente nessa vaga de onde tirei a foto, quando desci do carro, vi uma cena que me chamou muito atenção. Uma senhora revirando lixo num container bem na entrada do estacionamento, ela e mais 3 filhos pequenos. Fiquei paralisado, olhando pra eles por um bom tempo. Enquanto ela estava com a metade do corpo dentro do contêiner separando alguns recicláveis, seus 3 filhos pequenos olhavam em direção as outras crianças que estavam fantasiadas brincando na fila.

Detalhe:
As 3 crianças estavam encolhidas próxima a mãe, devido o vento forte e gelado que fazia, todos sem blusa de frio. Fui na direção deles, conforme eu me aproximava, eles se “escondiam” mais próximos da mãe. Perguntei como eles se chamavam, o menorzinho falou que se chamava Kevin Lucca, a menina ficou envergonhada, mas disse bem baixinho que se chamava Ketlyn Victória e o menino maior continuou atrás da mãe, escondido. Perguntei se eles já tinham pego o lanche, os 3 disseram que não, chegaram a ficar na fila, mas por estarem sem fantasia e sem vassoura, outras crianças estavam apontando e tirando sarro deles.

Logo em seguida a mãe dele me diz bem assim:
Moço, a gente nunca comeu em restaurante de rico assim não. Emotivo do jeito que eu sou, minha voz embargou no mesmo instante, perguntei se eles queriam comer, eles me responderam com os olhos brilhando que sim ..

A mãe com toda simplicidade do mundo, disse pra eu pegar somente um lanche para não ficar caro, e que eles iriam dividir. Tentei levar todos comigo pra dentro do restaurante, mas a mãe muito envergonhada disse que ficaria lá fora para cuidar dos recicláveis que ela já tinha separado.

Aí vem a melhor parte ..
Nunca me senti tão “RICO” na minha vida igual hoje, peguei nas mãos deles e passei bem no meio dos pais e das crianças que estavam apontando e tirando sarro deles. Inclusive, alguns pais também me olharam de cima pra baixo com ar de superioridade. Entramos na loja, eles fizeram o pedido e também escolheram o lanche da mãe deles ..

Quando voltamos até a Dona Fátima (mãe), ela deu um abraço tão gostoso nos filhos e me agradeceu inúmeras vezes. Me despedi de cada um e voltei pra loja pegar o lanche da minha filha. Senti uma felicidade tão grande, ganhei o meu dia, que privilégio que Deus me deu em permitir que eu os encontrassem por lá.

A maior lição de tudo isso:

EDUQUEM SEUS FILHOS PARA QUE NÃO SEJAM BABACAS AO PONTO DE ACHAREM QUE SÃO SUPERIORES AOS DEMAIS.

SEMPRE IRÃO EXISTIR PESSOAS QUE PEDEM TODOS OS DIAS PARA TER A VIDA QUE VOCÊ TEM. BASTA OBSERVAR COM MAIS SENSIBILIDADE AO SEU REDOR.

Obs:
Antes que alguém pense ou comente:
“NOSSA, AJUDOU E VEIO CONTAR NA INTERNET”
Sim, ajudei .. Mas não expus ninguém aqui!
Então pega seu MIMIMI e vá pro raio que te parta!

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS