Hoje, ter câncer é praticamente comum, embora seja uma luta dolorosa e difícil de enfrentar, nunca se sabe se após o tratamento a pessoa estará curada ou não e nem se ele vai se espalhar, por isso é uma batalha muito difícil e dolorosa de se travar.

É triste de se admitir que em muitos casos não há cura e a doença pode retornar, assim, na guerra contra o câncer muitas pessoas perderam suas vidas ao longo do tempo, mesmo com todo avanço das novas tecnologias, não há uma cura eficaz.

11 2 - “Seios não me definem como mulher”: ela lutou contra o câncer e o venceu e sabe ser feliz com seu corpo
@christinabelding

Esta doença pode afetar qualquer órgão do corpo, nas mulheres um dos locais mais temidos é a mama, por tanto, há muitas campanhas onde se prega que as mulheres realizem regularmente o autoexame, pois trata-se de uma importante forma de prevenção.

12 2 - “Seios não me definem como mulher”: ela lutou contra o câncer e o venceu e sabe ser feliz com seu corpo
@christinabelding

Dependendo do caso, apenas o autoexame não é o suficiente, este foi o caso de Christina Belding, que mora no Canadá. Aos 52 anos ela conversou com seu médico e decidiram que seria melhor retirarem as mamas para que o câncer não se espalhasse. Foi uma difícil decisão, más olhando para traz, Christina entendeu que esta situação tinha um lado positivo:

13 2 - “Seios não me definem como mulher”: ela lutou contra o câncer e o venceu e sabe ser feliz com seu corpo
@christinabelding

“Meus seios tiveram que ser removidos. Fico feliz que tenha sido assim, porque não há mais risco de nada. Já tinham bons momentos de sobra, por isso preferi afastá-los a ter que me reinventar com um par artificial. Além disso, ter seios não precisa me definir como mulher. ” Escreveu em um de seus vários posts do Instagram, onde comenta sempre sobre este assunto.

14 2 - “Seios não me definem como mulher”: ela lutou contra o câncer e o venceu e sabe ser feliz com seu corpo
@christinabelding

Ela usa seu Instagram como uma porta aberta que leva à reflexão com as mulheres sobre este delicado assunto, além de também mostrar como a cirurgia e a aceitação dos resultados mudou completamente sua vida.

15 1 - “Seios não me definem como mulher”: ela lutou contra o câncer e o venceu e sabe ser feliz com seu corpo
@christinabelding

As imagens demonstram uma mulher sempre alegre, cheia de vida e saúde andando com seus amigos, com isto, podemos concluir que o passado lhe deu uma boa lição e ela aprendeu a viver sua vida com qualidade.

Com informações: UPSOCL
Fotos: Reprodução Instagram

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS