Por: JCS

Sandra Annenberg conseguiu o respeito e admiração profissional de todos os Brasileiros, e isto já não é novidade, profissionalismo e ética pessoal e profissional são características dela, fora que é uma pessoa extremamente educada e atenciosa com os outros.

Neste domingo passado, dia 24, ela participou do quadro “Arquivo Confidencial”, no Domingão do Faustão, Sandra abriu o seu coração e revelou muitas coisas sobre a sua vida pessoal.

Em um determinado momento da conversa com o Faustão, e, após ser homenageada por vários amigos e profissionais próximos a ela, Sandra, que tem 51 anos, foi completamente pega de surpresa quando viu o depoimento de três empregadas domésticas que trabalham para ela em sua casa – O que será que elas revelaram heim?

Jornalista Sandra Annemberg - Sandra Annenberg pagou voluntariamente cursinho vestibular para o filho de sua empregada doméstica
Foto: Reprodução

Dilma Teles foi a última empregada a prestar o depoimento e mandar uma mensagem calorosa para a patroa Sandra Annenberg.

Completamente emocionada, disse que na residência de Sandra, tudo gira em torno da boa educação. Pois em um certo dia, Sandra perguntou-lhe se o filho mais velho de Dilma estava estudando.

Ela de pronto, respondeu positivamente, afirmando que o garoto amava estudar. Pois seu sonho era “entrar numa faculdade”. Quando Sandra ouviu isto, a jornalista voluntariamente disse que pagaria o cursinho pré-vestibular para o filho de Dilma. Em meio ao relato, a funcionária começou a chorar copiosamente, comovendo a todos os integrantes da plateia.

O incentivo de Sandra, pagando o cursinho, fez com que o garoto ingressasse no curso de Engenharia

Sandra anemberg e sua Funcionária 3 - Sandra Annenberg pagou voluntariamente cursinho vestibular para o filho de sua empregada doméstica
Foto: Reprodução

Ao final do programa, Sandra Annenberg deixou claro que, para ela, a boa educação é a chave para resolver todas as coisas e manter o respeito mútuo.

“Pagaria os estudos dos outros filhos das minhas colaboradoras com o maior prazer. A gente tem que dar educação para todo mundo. Na realidade, nós já damos, pagamos impostos. Os nossos impostos deveriam dar educação. E infelizmente não são o suficiente”, finalizou.

Assista ao vídeo do depoimento:

 

Com informações: RPA


OUTRAS LEITURAS


Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS