Por: JCS

O câncer de mama ocupa o quinto lugar entre os maiores causadores de morte em mulheres em todo o mundo, contudo, este quadro está com seus dias contados! Em recente pesquisa feita pela Faculdade de Medicina da Universidade de Tulane, um grupo de pesquisadores conseguiu “identificar” o gene responsável pelo crescimento avassalador do tumor.

Não apenas identificaram como também acharam uma boa maneira de “desliga-lo” e impedir seu crescimento e avanço.

Os pesquisadores examinaram a função de dois prováveis genes causadores do câncer de mama, entre os quais o TNBC – o mais agressor de todos. Nos testes foram utilizados inibidores deste gene, o resultado foi positivo, pois eles conseguiram impedir que o câncer continuasse a crescer.

gene câncer de mama 2 - Pesquisadores acharam o mecanismo de “desligar” o gene responsável pelo desenvolvimento do câncer de mama
Foto: Tulane University

Com resultados muito favoráveis, toda a equipe está requerendo a aprovação da FDA– Órgão federal americano que regulamenta todo e qualquer medicamento novo para o mercado.

O lado bom desta descoberta é que, a ação de “desligar” aqueles genes levara a uma diminuição do crescimento do tumor e, principalmente, na disseminação do câncer para outros órgãos. O que também levou os tumores presentes a diminuírem consideravelmente para níveis indetectáveis.

“Nossas descobertas mostram que ambos os genes desempenham um papel no crescimento e na metástase do câncer de mama”, afirmou Reza Izadpanah, o principal autor do estudo publicado na revista Sicentific Reports.

gene câncer de mama 1 - Pesquisadores acharam o mecanismo de “desligar” o gene responsável pelo desenvolvimento do câncer de mama
Dr. Reza Izadpanah. Foto: Tulane University

Apenas no ano de 2020, mais de 66 mil novos casos de câncer de mama foram descobertos no Brasil, é um número grande e alarmante.

Esta novíssima descoberta, traz muita esperança no sentido de ajudar a transformar a vida de milhares de mulheres que sofrem os efeitos do câncer de mama, assim um tratamento eficaz pode ser feito para colocar fim ao câncer já em desenvolvimento nas mamas.

A nossa esperança é que o tratamento seja plenamente aprovado pelo FDA, e que os testes clínicos comprovem a eficácia do tratamento.

Com informações: Good News Network

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS