Por: JCS

Sr. Alcides não estava em casa durante o incêndio. Seu cachorrinho foi resgatado pelos seus vizinhos.

Há poucas semanas, o Sr. Alcides soares, 58 anos, pedreiro, teve sua casa completamente destruída por um incêndio. A tragédia destruiu tudo que ele tinha, menos o seu bem maior, Quinho, seu cachorrinho sobreviveu!

“Isso pra mim foi tudo. Eu podia perder tudo, menos ele”, afirmou muito emocionado.

O incêndio ocorreu no bairro Planalto, cidade de Natal (RN), destruindo tudo que ele tinha conquistado, hoje, Alcides está morando na casa de sua irmã Tânia. Não se sabe ainda onde começou o incêndio e nem qual o motivo.

1 - Pedreiro perde sua casa em incêndio, e chora ao reencontrar seu cachorrinho
Seu Alcides ficou emocionado ao reencontrar seu cachorrinho. Foto: Bruno Vital (@reportagi) e Ranilson Oliveira (@ranilsonoliveirartv)

 

O reencontro com seu cachorrinho.

Seu Alcides está desempregado há pelo menos 5 anos, ele vive de trabalhos como coletor de materiais recicláveis. No dia do incêndio fatal, ele estava trabalhando na rua.

Ao receber a notícia do incêndio, seu coração ficou apertado ao lembrar do cachorrinho de 12 anos cuja visão é parcial.

“Ele é mais que um filho para mim. Eu quase morri quando achei que ele tinha ficado preso em casa”.

 

Graças à coragem e valentia de seus vizinhos, João Maria e mais outro, corajosamente enfrentaram as labaredas e salvaram o cãozinho, livrando-o do fogo.

João estava trabalhando em uma obra bem pertinho da casa dele. Ao perceber o início de incêndio correu, localizou o cãozinho e o resgatou na hora certa.

2 - Pedreiro perde sua casa em incêndio, e chora ao reencontrar seu cachorrinho
Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi
3 - Pedreiro perde sua casa em incêndio, e chora ao reencontrar seu cachorrinho
Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi

Ele contou com a cordialidade de maior parte de seus vizinhos para ir aos poucos recuperando os seus utensílios que foram destruídos.

Informamos que foi feita uma vaquinha online para ajudá-lo com a reconstrução da sua casa, muita gente demonstrou empatia e as contribuições superaram a meta. Neste Brasil tem muitas pessoas de bom coração. Parabéns !!!

Com informações: RPA


OUTRAS LEITURAS


Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS