Por: JCS

Na missa dominical, o papa também homenageou os profissionais da saúde, e principalmente os casais e famílias que passam por sérias dificuldades causadas pela pandemia da covid-19.

O Papa Francisco declarou neste domingo (27) um ANO DA FAMÍLIA, que será dedicado ao espaço desta na igreja, ao acompanhamento dos casais no matrimônio e às dificuldades da vida conjugal.

A declaração foi feita em meio à oração do Angelus, depois de cinco anos em que o Santo Papa fez a exortação sobre o amor na família: “Amoris Laetitia”.

O Ano da Família deve começar em 19 de março de 2021, dia de São José, e terminará em 26 de junho de 2022, durante o 10º Encontro Mundial das Famílias, em Roma.

capa oficial - Papa Francisco DECLARA “Ano da Família” e suplica prioridade ao “perdão sobre a discórdia”

Durante a homilia, Francisco frisou, da biblioteca do palácio apostólico do Vaticano, “o valor educativo do núcleo familiar (…) fundado no amor”.

Solicitou às famílias que priorizem “o perdão sobre a discórdia”. “Na família há três palavras que devem ser sempre protegidas: “permissão”, “obrigado”, “perdão”, disse.

“Na família é possível experimentar uma comunhão sincera quando esta é uma casa de oração, quando os afetos são sérios, profundos, puros, quando o perdão prevalece sobre as discórdias, quando a dureza cotidiana da vida á suavizada pela ternura mútua e pela serena adesão à vontade de Deus”, finalizou.

Foi publicada pelo dicastério (ministério), 12 propostas que as paróquias e dioceses devem colocar em prática.

É um aviso para se reforçar “ a pastoral da preparação para o matrimônio”, com ajudas práticas para os casais após a união e na educação dos filhos, criar círculos de reflexão e palavras sobre “a beleza e as dificuldade da vida familiar”, e também uma forma de apoiar os casais em crise e as “famílias feridas”.

Aproveitando que os países da União Européia (EU) iniciaram no dia (27) a vacinação em massa contra a covid-19, o papa fez questão de homenagear os profissionais da saúde, e principalmente os casais e famílias que estão sofrendo com as dificuldades causadas pela pandemia.

“Meu pensamento vai em particular para as famílias que perderam nestes meses um parente ou foram submetidas a um duro deste pelas consequências da pandemia”, disse.

“Penso também nos médicos, enfermeiros e todos os profissionais da saúde cujo grande compromisso na linha de frene da luta contra a propagação do vírus teve repercussões significativas sobre sua vida familiar”, finalizou.

papa vaticano - Papa Francisco DECLARA “Ano da Família” e suplica prioridade ao “perdão sobre a discórdia”
Papa Francisco anuncia Ano da Família — Foto: Vaticano/Divulgação

Com informações: Portal G1

 

OUTRAS LEITURAS






Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.