Por: JCS

O Papa Francisco, tem verificado a importância da mulher na Igreja, por tanto, fez um novo decreto em que amplia as funções das mulheres na Igreja católica Romana. Ele montou novas regras para que a mulher possa atuar no ambiente de culto, como leitoras em liturgias, distribuidoras de comunhão e prestarem serviços no altar.

Através de um decreto, acabou por formalizar o que já acontecia em alguns países desenvolvidos há anos. Contudo, ao efetivar a mudança no Código de Direito Canônico, será completamente impossível que os bispos conservadores impeçam que as mulheres em sua diocese exerçam essas novas funções.

O Vaticano deixou claro que as novas funções são “essencialmente distintas do sacerdócio ordenado”, significando que as novas permissões não devem ser vistas como um precursor automático em que as mulheres possam um dia serem ordenadas ao sacerdócio.

capa oficial - Papa Francisco autoriza, via decreto, novas funções para mulheres na Igreja

“O pontífice, portanto, estabeleceu que as mulheres podem ter acesso a essas práticas e que podem ter funções litúrgicas institucionais”, afirmou o vaticano em uma nota explicativa.

Conforme consta no decreto “Spiritus Domini”, o Papa Francisco informou que tomou esta decisão após uma longa reflexão teológica.

Disse ainda que bispos de várias partes do mundo afirmaram que estas mudanças eram pertinentes e necessárias para responder às “necessidades dos tempos”.

Com informações: Terra

OUTRAS LEITURAS



Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS