Por: JCS

Paciente de 87 anos infectado com coronavírus pede ao seu médico para curtir uma tarde de sol e ele o acompanha

Estamos em tempos onde as pessoas estão se isolando cada vez mais com medo da pandemia, acuados  e por vezes perdendo o sono, é neste momento que uma imagem nos traz esperança e otimismo, um paciente de 87 anos, com Coronavírus, deitado em sua cama, vendo o pôr do sol, no lado de fora do hospital em Wuhan e ao lado de seu médico.

Esta imagem chamou a atenção de milhares de pessoas nas redes sociais e acende aquela fagulha de esperança de que tanto precisamos em um momento em que a maioria das pessoas perde a esperança e alegria de viver.

paciente 87 anos corona scaled 1 - Paciente de 87 anos infectado com coronavírus pede ao seu médico para curtir uma tarde de sol e ele o acompanha
https://twitter.com/chenchenzh

Este é um paciente idoso de 87 anos, que representa a população mais vulnerável a este vírus, esteve por várias semanas confinado no hospital sem poder usufruir dos ares da liberdade, um vento suave e o calor da luz do sol.

Ele estava sendo transferido de uma ala para outra do hospital, quando teve a ideia de pedir ao médico que o deixasse desfrutar do ar puro e da luz solar, o seu médico que o acompanhava, não hesitou e logo atendeu o seu pedido e foi uma testemunha ocular de uma cena impressionante de liberdade e humanidade.

A imagem, comoveu milhares de pessoas e se tornou viral. Milhares de pessoas aplaudiram a sensibilidade do médico que atendeu o desejo do paciente que buscava na natureza forças para lutar contra o coronavírus.

“O homem idoso ficou na ala de isolamento durante um mês, o que o deixou deprimido. Achei que uns raios de sol o iriam animar”, disse o médico, Liu Kai.

Esta imagem foi compartilhada pelo internauta Chenchen Zhang, e impactou os sentimentos de pessoas pelo mundo todo, tanto pelo ato do médico e paciente quanto pelo significado humano.

 

Fonte: Pazes e UPSOCL

 

Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS