Conforme estudo pulicado na revista Geophysical Research Letters, o planeta terra já não brilha tanto quanto antes, o nível de escurecimento acontece em um ritmo bem perceptível nestes últimos anos e o motivo se deve às mudanças climáticas.

Este estudo foi publicado em agosto em Nova Jersey, EUA, que monitora o brilho da terra nos últimos 20 anos através de um fenômeno em que parte da luz emitida pelo Sol é refletida pelo planeta de volta ao espaço. Assim, constataram nos últimos três anos que a reflectância da Terra está diminuindo consideravelmente.

Em comparação há 20 anos, o estudo apontou que nosso planeta está refletindo a menos aproximadamente meio watt por metro quadrado, ou seja: representa uma redução de 0,5% na reflexão do brilho.

“A Terra está recebendo mais calor porque a luz refletida está sendo reduzida, então tem mais luz do sol entrando”, disse Philip Goode, um dos pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Nova Jersey e principal autor do estudo.

Conforme o estudo, esta diminuição de brilho da Terra, pode estar acontecendo por causa de uma diminuição na cobertura das nuvens, sendo que a luz do sol é refletida de volta ao espaço quando encontra uma camada de nuvens. Assim sendo, quando diminuem a cobertura de nuvens, uma quantidade maior de luz solar chega ao planeta.

O estudo afirmou que, a maior diminuição na cobertura de nuvens aconteceu nas costas oeste das Américas do Norte e do Sul, a mesma região em que as temperaturas da superfície do mar têm aumentado devido às mudanças climáticas.

O Brilho da Terra

Aproximadamente 30% da luz solar recebida na terra é refletida pelas nuvens e segue de volta ao universo, inclusive iluminando a superfície da Lua, que é visível em nosso planeta.

Com informações: g1

OUTRAS LEITURAS






Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.