Por: JCS

Enquanto boa parte do mundo vive o confinamento imposto pela pandemia que causou a Covid-19, os habitantes da Nova Zelândia estão vivendo o DESCONFINAMENTO, afinal a nação toda fez a lição de casa,  a vida e o movimento já toma conta das ruas do país, pode-se ver pessoas andando abraçadas, outras indo às compras e uma coisa bem interessante: os casais votaram a andar de mãos dadas, duto isto começou a acontecer na terça-feira (9).

“Hoje vi mais pessoas do que vi em meses. As pessoas estão comprando, jantando e passeando de mãos dadas”, testemunhou Steve Price, que mora na capital Wellington.

Acabei de me dar conta de que posso abraçar alguém hoje”, festejou um usuário do Twitter através do hashtag #NZSemCovid.

Os escritórios voltaram a funcionar. O transporte público tinha seus ônibus e trens lotados de passageiros no primeiro dia da “volta ao novo normal”, afinal, mais de 90 dias de confinamento total se passaram para frear a disseminação do coronavírus.

O comércio funciona com todas as precauções, álcool gel na entrada para que todos façam a sua assepsia, mesmo não sendo mais obrigatório, eles entendem que é preferível prevenir do que remediar.

Os bares abriram suas portas para a clientela e as danceterias festejaram o bom movimento de pessoas no dia dos namorados, 12 de junho.

Como medida de segurança eles não abriram as fronteiras para que ninguém traga o vírus para o país.

Livres da Covid-19

Jacinda Ardern, Primeira-ministra, disse na segunda-feira (8) que a nação de 5 milhões de habitantes está LIVRE DO CORONAVÍRUS.

Desta maneira, a Nova Zelândia é um dos primeiríssimos países do planeta a conseguirem voltar com aquela NORMALIDADE pré-pandemia.

Assim, os cidadãos voltaram a circular pelas ruas, frequentando os cafés, shopping centers, estádios, baladas, igrejas e já podem fazer suas reuniões públicas e particulares. O povo está em festa.

Sete semanas

Qual é o segredo deste sucesso da Nova Zelândia? Pura estratégia. Enquanto os americanos e europeus usaram estratégias de CONTER o coronavírus, a Nova Zelândia optou por ELIMINAR completamente o coronavírus, e como foi isso?

Assim que souberam da epidemia, resolveram fechar tudo e foram sete semanas de isolamento rígido. Quase todas as empresas ficaram fechadas e todos tiveram que ficar em suas residências, exceto os trabalhadores de serviços essenciais.

Jacinda Ardern, primeira-ministra, impôs ciclos de isolamento social completo. Regras severas de isolamento social, antes mesmo de acontecer o primeiro óbito no país, resolveram se precaver totalmente, principalmente fechando todas as fronteiras desde 19 de março.

O isolamento foi muito eficiente, assim puderam controlar a epidemia.

O grande resultado foi conseguido, controle total da pandemia, que resultou em 1.504 casos da infecção e 22 óbitos pela Covid-19.

Todos entenderam a gravidade da pandemia e resolveram juntos combater o vírus.

nz2 - Na Nova Zelândia é só alegria, voltam os abraços, as compras, mãos dadas: é o desconfinamento
Foto: Reuters/Tatsiana Chypsanava

Com informações: Veja

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS