Por: JCS

O transtorno da ansiedade generalizada (TAG), é um distúrbio caracterizado pela “preocupação excessiva ou expectativa apreensiva”, persistente e de difícil controle, que perdura por seis meses no mínimo e vem acompanhado por três ou mais dos seguintes sintomas: inquietação, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração, tensão muscular e perturbação do sono.

Este transtorno afeta também os amigos e familiares da pessoa que sofre com esta doença. A norte-americana Callie Amelia Theodore sabe muito bem disso e explicou como o seu namorado, Chris Briggs, tem reagido com suas crises de ansiedade.

Ela fez um desabafo na Facebook: “É difícil amar alguém que sofre de ansiedade. Eles vão ser mais sensíveis e imaginar situações, causando discussões, e sempre serão necessárias reafirmações constantes”.

Ela chegou a compartilhar o print de uma das conversas que teve com seu namorado Chris. Estamos bem?”, pergunta Callie; “Muito querida”, respondeu ele.

large foto 2 2 - Mulher que sofre com a ansiedade agradeceu a compreensão de seu namorado: ”Há pessoas melhores que remédio”
Foto: Reprodução Facebook

Encontre alguém que não faz parecer que amar você é um trabalho. Alguém que te mostrará a importância das pequenas coisas. Alguém que não vai te dizer que sua reação é exagerada. Alguém que vai te chacoalhar quando você estiver no meio de um ataque de ansiedade. Encontre alguém que, não importa quanto você o force, não vai embora. Há pessoas assim, que acalmam você e trazem mais sensação de segurança que qualquer medicação prescrita. Você pode ter ansiedade, mas a ansiedade não tem você”, escreveu Callie na postagem.

Em um outro post, Callie revelou que teve um relacionamento abusivo por alguns anos, onde o namorado a chamava de louca, era constantemente acusada de sofrer “problemas sérios”. Ela diz que na verdade quem ama procura entender o que o parceiro sente e passa e que dificilmente um relacionamento prosperará sem que haja essa compreensão.

“Eu prometo a você, há pessoas que querem ajudá-lo e acalmar suas preocupações”, escreveu. “Você tem que saber o seu valor. Andar em cascas de ovos com medo de dizer o que sentia ao meu parceiro não é a vida que eu queria viver, então terminei. Ninguém merece se sentir como um peso. Felizmente, uma relação horrível me levou ao amor da minha vida”, concluiu Callie, referindo-se ao seu novo namorado, Chris.

Com informações: RPA; Imagens: Facebook

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS