Por: JCS

Micael é um adolescente de 17 anos, aos 11  decidiu que ajudaria a sustentar sua irmã e seus quatro sobrinhos, assim, meteu as caras em uma profissão que praticamente é dominada por mulheres, manicure, enfrentou muitos preconceitos, mas encarou tudo para poder ajudar no sustento de sua casa.

Mesmo tendo que enfrentar o preconceito de muitas pessoas ele resolveu se dedicar a esta bela profissão, hoje, gosta do que faz e faz o que gosta com profissionalismo e paixão.

Ele não contava com a pandemia, e, viu a situação ficar imensamente difícil com o isolamento social imposto pela pandemia, não podia sair de casa para ir trabalhar e sua irmã, que é balconista ficou desempregada. Ambos sem trabalhar, começaram a ver os alimentos acabarem nos armários e bateu o desespero. Ele e sua irmã vivem em São Paulo, Capital.

Chegou o momento que acabou o gás e não tinha como comprar outro, assim, a família só comia pão e água durante uma semana.

Ele tinha a grande responsabilidade de sustentar a sua casa, porém, com o desemprego viu a comida faltar em casa, a única coisa que tinham para comer em casa era pão e água.
Muito triste, ele desabafou:

“O momento mais difícil foi passar fome, de olhar no armário e chorar por não ter nem um sal, foi muito difícil ver as crianças sem comida”.

jovem enfrenta preconceito manicure3 696x558 1 - Micael enfretou o prenconceito, se tornou manicure para sustentar a família e tem mobilizado as redes sociais
Foto: Arquivo pessoal

E ele trabalhava como manicure desde seus 11 anos de idade para ajudar a sustentar sua irmã e os quatro sobrinhos.

Micael acabou tendo que morar com a sua irmã mais velha, aos 7 anos, isso devido à sua mãe ter mudado de cidade. Sua irmã sempre foi como uma mãe para ele.

Certa vez ele viu sua irmã fazendo as unhas, prestou muita atenção e resolveu praticar por conta própria.

Captura de Tela 518 - Micael enfretou o prenconceito, se tornou manicure para sustentar a família e tem mobilizado as redes sociais
Foto: Arquivo pessoal Instagram

O adolescente foi acertando a mão e hoje é um excelente profissional, decora as unhas com mestria em fibra de vidro e acrílico.

Ele sempre soube superar os obstáculos e principalmente os preconceitos, e seu sonho é ter a sua ESMALTERIA ! O que você acha de ajudar a realizar o sonho dele?

O portal RPA resolveu ajudar o Micael, sua irmã e seus sobrinhos neste momento de grande aperto que eles passam, afinal toda a família depende dele. Pensando nesta ajuda, foi criada uma vaquinha online. Se você gostaria de contribuir, clique aqui.

Crédito imagens: Instagram

Com informações: RPA

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS