Hussein Al Hasan, um garotinho de oito anos, é um refugiado da guerra civil na Síria. Esta guerra começou em 2011 e já deixou mais de 500 mil mortos, além de ter expulsado cerca de 5 milhões de pessoas do país.

Aproximadamente 3 milhões destes refugiados foram recebidos pela Turquia. Entre eles, está este garotinho de oito anos, Hussein Al Hasan, que mesmo em meio a todas as dificuldades impostas pela vida, continua amando os animais e fazendo de tudo para os proteger. Prova disto é que ele socorreu um cachorrinho que foi atropelado por um automóvel, cuidando dele e o protegendo até que o resgate chegasse.

Em seus oito anos de vida ele sabe perfeitamente o que é necessidade, fragilidade, insegurança, doença, dor e muitas outras coisas que uma criança jamais precisaria conhecer. Assim, ele manteve sua capacidade de SENTIR A DOR DO OUTRO e solidariedade com o próximo, prova disto é o resgate que fez na rua de um cãozinho atropelado, que estava tão frágil quanto ele.

Captura de Tela 850 - Menino socorreu cãozinho atropelado e cuidou dele até a chegada do resgate
Foto: Anadolu Ajansi

O menino sensível à necessidade do cachorro

Hussein teve que fugir de seus país e vive como um refugiado, juntamente com sua família, em Kilis, uma cidade de cem mil habitantes, logo na fronteira da Turquia com a Síria. Há alguns dias, Hussein precisou sair de sua casa e viu uma cena triste que o chocou. Um cão indefeso foi atropelado em uma estrada e ninguém o socorreu.

O menino assim que viu a cena resolveu agir, tirando-o da pista e prestando socorro ao animalzinho, o qual chamou de “caramelo”

O coração da criança era tão bom que ele nem imaginava em deixar o cão abandonado, afinal, ele sabe muito bem o que é um abandono, dor e medo. Além de retirá-lo da rua o deixou em segurança na calçada e estimulando-o para que não perdesse os sentidos, inclusive o cobriu com uma coberta devido ao sol escaldante.

O garoto tinha duas escolhas ao ver o cãozinho acidentado: Se fazer de fingido e seguir em diante ou prestar socorro, o seu bondoso coração fez com que ele prestasse socorro e chamasse por ajuda.

Captura de Tela 851 - Menino socorreu cãozinho atropelado e cuidou dele até a chegada do resgate
Foto: TRT Haber

Assim que o socorro chegou, levaram o animalzinho para o hospital e Hussein permaneceu na recepção da clínica aguardando notícias. Logo depois veio a triste notícia, devido à forte colisão, vários órgãos internos foram comprometidos e o cãozinho não resistiu aos ferimentos e faleceu, o garoto ficou imensamente triste.

Semanas após, a família recebeu a visita do vice-prefeito da cidade, e o prefeito parabenizou Hussein pelo seu ato de bondade, ao se habilitar a prestar socorro ao cãozinho. Um ato de bondade que todos os serem vivos têm direito.

Captura de Tela 848 - Menino socorreu cãozinho atropelado e cuidou dele até a chegada do resgate
Foto: TRT Haber

O vice-prefeito de Kilis falou que, mesmo que este gesto de Hussein pareça incomum para muitas pessoas, esta atitude representa o que há de melhor na humanidade. Além da homenagem, o garoto recebeu novos cobertores para substituir o que ele utilizou para cobrir o cãozinho.

Com informações: idejornal

OUTRAS LEITURAS






Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.