Por: JCS

O garotinho de 11 anos, João Pedro Martins, passou longos 5 meses juntando todo dinheiro que podia para realizar o tão desejado sonho de ter um Iphone. Assim, o garoto conseguiu dinheiro rifando o próprio videogame e também vendendo bombons para alcançar a quantia suficiente para comprar o celular.

Contudo, o que o garoto não esperava era o perigo de ser ENGANADO pela internet. Infelizmente, o vendedor do celular aplicou um golpe no menino ao ir negociar em sua casa, que ficou arrasado.

“Ele vivia pra cima e pra baixo no bairro Universitário, vendendo a rifa e também os bombons. Meu filho é muito dedicado, me ajuda nas tarefas de casa e nós completamos o valor para realizar o sonho dele. Quando ele viu o anúncio, falei para ele ir salvando tudo, ir com calma. Mas, ele estava tão ansioso em ter o aparelho logo que eu acabei cedendo e aceitei que o vendedor viesse aqui em casa”, afirmou a mãe da criança, Luciene Soares Martins, de 35 anos.

capa oficial - Menino junta R$ 900 para ter celular e cai em golpe da internet,  mas acha ladrão.

Assim, ao chegar no imóvel, Luciene atendeu o homem normalmente “sem nem imaginar que sofreria um golpe”. “No anúncio mostrava o celular com tudo: caixinha, fone de ouvido, carregador e até a nota fiscal. Mas, ele chegou aqui com o aparelho na mão e mais um carregador. Eu peguei também, falei que estava muito leve, quando ele [golpista] disse: ‘Mas, você já teve Iphone? Porque é assim mesmo, é leve’. Nisso ele começou a encostar no ombro do meu filho, dizer que tinha que receber e ir embora logo e ele deu o dinheiro”

O garoto, muito feliz, colocou o celular na tomada para carregar e logo percebeu que não passava de uma carcaça de  Iphone antigo. “Ele chorou muito, ficou muito triste e, mesmo o bandido tendo apagado o anúncio, nós salvamos as conversas que ele teve com meu filho. O nome era falso, mas, a foto dele era verdadeira. Fizemos uma postagem e os vizinhos aqui começaram a compartilhar, teve uma grande repercussão”, contou.

Entretanto, algo maior aguardava o garoto. Uma das pessoas que viram o anúncio foi uma empresária “de bom coração” de 34 anos que preferiu não se identificar. “Eu li e vi que o menino tinha usado todas as economias, além da indignação dos vizinhos, então, decidi doar um Iphone que eu tinha guardado. Só que fui atrás para ver se essa história era verdade mesmo, porque não tinha nem o nome do menino na postagem. Tentei falar com uma das vizinhas, até que descobri que ela era professora em uma escola aqui da cidade”, explicou.

Dessa forma, a mulher encontrou o garoto no Shopping como combinado e entregou o celular para o garoto. Por outro lado, o homem que cometeu o golpe no garoto foi reconhecido por populares devido à repercussão do caso e foi preso.

Com informações: G1

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS