Por: JCS

Guiherme Henrique, de 14 anos, é autista e criou um canal no You Tube que fala sobre Ciência. Gui  tem dificuldades de alguns movimentos, contudo, com a ajuda da mãe, ele grava, edita, monta e propaga seus vídeos.

Logo que sua mãe gravou ele comemorando seus primeiros 20 inscritos, o público resolveu ajudá-lo com o canal “Ciências do Gui *o autista da ciência*”, ele já ultrapassou os 15.000 inscritos.

“Ele é pequenininho, mesmo com 14 anos, tem o tamanho de uma criança de 10. Desde 2016 ele parou de crescer, perdeu muito peso. Na maior parte do dia só consegue ficar sentado, não brinca, não se movimenta muito. Ele tem fibrose cística, que é uma doença degenerativa rara, que afeta os nervos e não tem cura”, disse Duda de Castro Souza, sua mãe, que seu filho foi diagnosticado com autismo quando tinha dois anos de idade.

Guilherme e Duda - Menino autista sonhava em ser um youtuber e ao ganhar os 20 primeiros inscritos se emocionou muito

Duda mora com seus 3 filhos em Porto Velho (RO), é psicoterapeuta e mãe divorciada. Contou que precisou largar o trabalho para cuidar dos filhos o dia todo. “Meu ex-marido foi morar em São Paulo e abandonou a família. Paga a pensão certinha, mas eles [filhos] não têm mais o pai para contar”, concluiu.

Desejo de ser um youtuber

No canal do You Tube, Guilherme fala do que mais gosta: Ciência. “Ele pega um livro, escolhe um tema e fala sobre isso. Há pouco tempo ele tinha só eu e outra pessoa de inscritos no canal. Depois que postei um vídeo dele em um grupo, muitas pessoas começaram a se inscrever. Ajudo no que posso. Ensinei a filmar, a fazer os vídeos direitinho. Ele mesmo faz a edição, posta, escreve tudo, é um garoto muito inteligente”, diz a mãe com carinho.

“Meu filho estava muito triste, perguntando toda hora: ‘Mamãe, eu vou morrer?’. Parte meu coração. Eu falo que a gente vai tratar, vai tomar remédio, que ele vai ficar bom. Ele não tem noção do que é o problema, ele não tem essa percepção ainda. Então, eu evito falar isso com ele. O YouTube foi uma forma dele se entreter”, explica a mãe.

Recentemente, Duda publicou um vídeo no Facebook que mostrava o filho comemorando alegremente seus primeiros 20 inscritos: Muito feliz, ele diz “vou ficar famoso!”. O vídeo não só encantou as pessoas como também viralizou ganhando muitos seguidores.

Guilherme fazendo exame - Menino autista sonhava em ser um youtuber e ao ganhar os 20 primeiros inscritos se emocionou muito
Fotos: Arquivo Pessoal/ Duda Castro

Se você quer ajudar Gui a se alegrar e ser FAMOSO, inscreva-se aqui em seu canal.

Para Guilherme, seu canal lhe dá muita felicidade e orgulho. “Meu sonho é ser um youtuber de sucesso. O que eu mais gosto de fazer é jogar no meu celular e publicar vídeos novos para o meu canal, pois nunca vou desistir do meu sonho. Quando vi meu canal crescendo, me senti emocionado, foi o melhor dia de todos que já vivi até hoje”, disse.

Conforme Duda, em Porto Velho não há tratamento médico disponível que minimize os efeitos da doença que prejudica a coordenação motora de Gui. “Vou precisar ir para São Paulo ou Rio de Janeiro para ajudar meu filho. Ele não faz atividades físicas, porque não tem mais forças. Na escola ele é muito bom, tira só nota alta, gosta muito de estudar. Ele precisa do tratamento para viver melhor”, concluiu.

ELE QUER SER UM YOUTUBER FAMOSOOO.COMO ATITUDES SIMPLES, PODE MUDAR O ESTADO DE UMA CRIANÇA.MEU FILHO TEM UM CANAL, ELE SÓ TINHA EU E MAIS 2 INSCRITOS…PEDI PARA OS AMIGUINHOS DELE SE INSCREVER NO CANAL, PRA QUE ELE FIQUE MAIS ANIMADO, ELE FICOU MUITO EMOCIONADO COM 20 INSCRITOS ❤️😊🧒😍#TODOSPELOGUILHERMO#MEUMENINOGÊNIO#MEUMUNDOAZUL💙#AUTISTATE AMO DO TAMANHO DO UNIVERSO ❤️

Posted by Duda De Castro Souza on Monday, October 28, 2019

Com informações: BHAZ – Fotos: Arquivo Pessoal/ Duda Castro


OUTRAS LEITURAS


Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS