Por: JCS

Mayra Aguiar, a judoca gaúcha, obteve uma conquista inédita e excelente na manhã desta quinta-feira (29) ao ganhar com muito “suor” a medalha de bronze, categoria meio-pesa (até 78kg) do JUDÔ na olimpíada de Tóquio. Com este feito, o Brasil acumulou seis medalhas nas competições, Mayra venceu a sul-coreana Hyunji Yoon, que levou um Nippon Budokan aos 20 segundos no templo das artes marciais na capital Japonesa.

Confirmando o poder e o favoritismo feminino, a judoca conseguiu ou feito de ser a primeiríssima mulher que conquistou três medalhas olímpicas em um esporte individual. Conquistou bronze nos Jogos de Londres (2012) e na Rio 2016.

Esta conquista é particularmente especial para Mayra, afinal ela passou por um ciclo extremamente difícil em sua saúde. Foi uma luta que ela travou com seu corpo e suas emoções, afinal, antes dos jogos Olímpicos, sofreu uma lesão gravíssima no joelho que a levou a ficar fora dos tatames por nove meses. Ela não se abateu e se dedicou a voltar à forma física, treinando muito, e contou com o apoio de todos os lados para que não desistisse.

“Foi muito tempo de superação, foi uma (cirurgia) atrás da outra. E, hoje, concretizar esse ciclo com uma medalha é muito importante para mim. Acho que é a maior conquista que já tive em toda a minha carreira. Por tudo que aconteceu, por tudo que vivi, esse resultado é muito gostoso. É muito bom. Estou muito emocionada”

Assista ao vídeo dela celebrando a vitória:

 

Parabéns à persistência da Judoca Mayra Aguiar

Com informações: Uol e Veja

OUTRAS LEITURAS



Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS