Por: JCS

O sorriso vitorioso de uma mulher de 113 anos que venceu a Covid-19 na Espanha

A mulher mais longeva da Espanha, com 113 anos, contraiu a covid-19, e venceu a batalha. Ela comemorou os 113 anos e a grande vitória contra o vírus.

María Branyas é a mulher mais idosa da Espanha, com 113 anos, passou por um dos momentos mais difíceis de sua vida ao contrair a Covid-19.0, ela encarou a luta, batalhou contra ele e saiu vitoriosa.

Esta vitória deixou a imprensa espanhola atônita, pois foi a mulher mais idosa a contrair o vírus e sair curada. María Branyas vive em um asilo em Olot, Catalunha, Espanha. A confirmação de sua vitória contra a Covid-19 foi neste dia 11, onde fez o teste e o resultado foi negativo, conforme informou sua filha Rosa, que a chama de “uma mulher forte e positiva”.

Mesmo vivendo no asilo, assim que soube que contraiu o vírus, logo ficou isolada dos outros moradores do asilo Santa Maria del Tura, e assim ficou lutando para se recuperar durante várias semanas em que era tratada. Sua filha também disse que a mamãe ficou muito entediada nestes dias, e, ela agradece muito ao cuidado especial que recebeu de toda a equipe médica e de enfermeiros.

download - María Branyas viu duas guerras mundiais e agora, aos 113 anos, derrotou o coronavírus
Foto: Reprodução

María nasceu em 1907, San Francisco, Estados Unidos, retornou à Espanha com 8 anos. Casou-se em 1931, e hoje tem uma família maravilhosa, com 3 filhos e só 11 netos (um deles tem 60 anos) e 13 bisnetos.

Com tantos familiares assim, ela encontrou forças no amor familiar para lutar e vencer o vírus.

Com informações: El Pais, Veja

 

Imagem: Twitter

 

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS