Depois de uma corrida eletrizante, competitiva e muito emocionante, Lewis Hamilton vence o GP Brasil de Fórmula 1, realizado em São Paulo, (14/11) e conquista a simpatia dos brasileiros fazendo o mesmo que Ayrton Senna fazia: parou o carro após a vitória e pediu uma bandeira do Brasil para um dos comissários. Para alegria de todos, ele deu uma volta segurando a bandeira brasileira, da mesma maneira que o lendário Senna fazia ao vencer uma competição.

Captura de Tela 926 - Lewis Hamilton vence GP Fórmula 1 do Brasil e emociona torcedores levantando a Bandeira brasileira
Crédito imagem: Youtube e Rede Bandeirantes de TV

Para Hamilton, a atitude foi uma forma de homenagear o brasileiro Senna e agradecer a simpatia de todos os brasileiros que estavam em interlagos torcendo por sua vitória. Realmente ele fez com que tanto as pessoas presentes em Interlagos quanto os fãs que acompanhavam a narração via Rede Bandeirantes de TV se lembrassem do ídolo Airton Senna, assim, a alegria dele segurando a nossa bandeira tanto no carro quanto no pódio fez com que todos os brasileiros se sentissem representados naquela vitória épica.

Captura de Tela 927 - Lewis Hamilton vence GP Fórmula 1 do Brasil e emociona torcedores levantando a Bandeira brasileira
Crédito imagem: Youtube e Rede Bandeirantes de TV

Hamilton, devido às punições, largou em 10º lugar, fez uma corrida espetacular e ultrapassou o holandês Verstappen que era o 1º colocado. Foi uma corrida de superação e muita batalha, os que acompanharam a corrida ficaram muito emocionados.

Hamilton é heptacampeão mundial de F1 e sempre fez questão de mostrar seu carinho e admiração pelo piloto brasileiro Ayrton Senna, ao final da competição, mostrou seu capacete que foi feito para homenagear Senna e o Brasil.

Veja o que ele disse:

“Viemos para uma pista na qual perdemos em 2019, antecipamos que faria muito calor mas, por alguma razão, o carro funcionou de forma fantástica. Todo fim de semana eu tento colocar o carro no lugar em que desejamos, só que eles (RBR) estavam muito à frente na última etapa (no México). Fiquei muito surpreso porque estávamos tão perto e quando eu passei Max, eu ainda tinha pneus, então continuei. Foi estranho, não é normal mesmo. Mas estou feliz”.

Veja o vídeo em que ele pega a bandeira brasileira:

OUTRAS LEITURAS






Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.