João Marcos Buch, juiz da Execução Penal da cidade de Joinville – Santa Catarina, há muito vem trazendo à tona a realidade dos presídios brasileiros. Para isso, ele se vale, de modo especial, de crônicas.

Tendo diversos livros publicados dentro dessa temática, o juiz lança agora um novo livro de crônicas com um elemento novo: a pandemia. Se no mundo aqui fora a Covid-19 trouxe medo, dores e grandes incertezas, o que podemos esperar de uma pandemia a assolar um sistema tão ruído quanto o sistema prisional brasileiro?

Dentro da perspectiva de registro histórico, o juiz João Marcos Buch escreveu o livro “A Solitude das Cidades: um juiz em estado de cárcere – crônicas em tempos de pandemia“, cujo lançamento se dará no dia 26 de setembro, pela Editora Giostri.
No  evento online:

“Falaremos sobre minhas escritas, justiça e direitos humanos, bem como sobre literatura na e da prisão, numa perspectiva de registro histórico“, afirma Buch.

Ao inscrever-se para participar do lançamento você, a um só tempo, adquire o livro lançado e ainda o livro “Pandemia – Prisão – a história contada de dentro” – que traz onze relatos escritos por apenados que estão encarcerados em plena pandemia e que escreveram seus textos dentro de suas celas e à mão, de sorte a levar sua mensagem a todo o nosso país.

A nota da editora acerca da temática deste livro faz constar que: “Muito se fala de todos os setores da sociedade, mas, e o sistema prisional? E as mais de 900.000 pessoas presas em 2020, como andam, como estão, como ficaram, o que pensam, o que comem, o que vestem, o que querem, o que acham do governo do país?”
Abaixo, segue o convite do autor:

Essa discussão é de grande valia para os nossos tempos. Estejamos todos juntos nesse importante debate!

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS