Por: JCS

Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia, foi reeleita pela população neste sábado (17). Ardern, que pertence ao (Partido Trabalhista) venceu a sua concorrente Judith Collins, líder do Partido Nacional.

“Hoje, a Nova Zelândia mostrou que o Partido Trabalhista tem seu maior apoio”, falou a primeira-ministra em parte de seu discurso pós-vitória. “E eu posso prometer uma coisa: nós seremos um partido que vai governar para cada um dos neozelandeses.”

Ardern alcançou grande popularidade tanto na Nova Zelândia quanto no mundo todo pela forma objetiva e severa que enfrentou a pandemia do coronavírus, assim, seu país alcançou um dos menores índices de contágios e óbitos, sem que tivesse nenhuma vacina, as ações preventivas foram extremamente eficazes. O país praticamente erradicou o coronavírus de suas terras.

A Nova Zelândia tem uma população de aproximadamente 4.900.000 pessoas, desde que começou a pandemia eles tiveram pouco mais de 1800 casos de pessoas contaminadas e apenas 25 mortes por causa da covid-19. O país chegou a ficar 102 sem nenhuma transmissão comunitária do vírus, antes que chegasse a segunda onda.

Nos primeiros dias de outubro, a primeira-ministra comunicou que o país estava novamente livre de contaminações, depois de 12 dias sem novos registros.

Tanto a primeira-ministra quanto o Partido Trabalhista foram reconhecidos pela população nas urnas, assim, o partido conseguiu uma conquista esmagadora sobre a concorrência, um dos fatores desta aprovação se deve à seriedade e rapidez com que Jacinda Ardern tratou com a pandemia resultando em preservação das vidas da maioria da população.

Desta maneira, o reconhecimento veio imediatamente através do voto, tanto que a população a quer no governo novamente.

Com informações: Portal G1

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS