Por: JCS

Banhistas acham que o coronavírus foi embora, desafiam o distanciamento e lotam as praias em dia quente. Governo está reabrindo as atividades e diz que pode rever as medidas caso o vírus se espalhe novamente.

Na quarta- feira, 24, as praias de Bournemouth e Brighton, na Inglaterra, ficaram lotadas, pois o dia estava muito ensolarado, com temperaturas acima de 30 graus. Como se pode constatar nas imagens abaixo, o povo esqueceu do vírus, dos óbitos, da gravidade da pandemia, da disseminação e do distanciamento social e lotaram as areias escaldantes da praia para tomar o seu sol merecido.

ap20176584199745 - Ingleses lotam as praias em dia de sol; governo “teme” 2ª onda da Covid-19
Milhares de pessoas se aglomeram em praia de Bournemouth, cidade no sul da Inglaterra, nesta quarta-feira (24) — Foto: Andrew Matthews/PA via AP
2020 06 24t153435z 39583470 rc2qfh925v7k rtrmadp 3 britain weather - Ingleses lotam as praias em dia de sol; governo “teme” 2ª onda da Covid-19
Praia de Margate, na Inglaterra, cheia nesta quarta-feira (24) dia de calor no Reino Unido — Foto: Andrew Couldridge/Reuters

A Inglaterra faz parte do Reino Unido (União política entre Escócia, INGLATERRA, Irlanda do Norte e País de Gales), até o dia 24 de junho, seus números de contágios na pandemia eram: 308.337 casos de infecção pela covid-19 e 43.314 óbitos, ou seja, a situação está grave, ignorar as barreiras do distanciamento social é o mesmo que se jogar nos braços do coronavírus, esta aglomeração nas praias contribuirá para uma grande disseminação do vírus e isto será doloroso para muitas famílias.

Depois de verem as imagens do povo animado nas praias, a liderança da saúde do Reino Unido está “muito preocupada” com as aglomerações formadas pela “reabertura”, deduzindo que isto pode gerar uma segunda onda da covid-19 no país.

O Reino Unido teve uma boa diminuição de casos, porém recomendou a todos que usem máscaras e que respeitem o distanciamento de no mínimo 2 metros entre as pessoas. A recomendação das autoridades de saúde é que as pessoas usem de bom senso e fiquem em suas casas o máximo possível.

Como se pode contatar, os banhistas não entenderam bem assim, a grande maioria deixou sua máscara em casa e a distância entre eles é mínima, o que oferece risco de novas contaminações a todos.

É triste ver estas imagens, assim, pode-se deduzir que boas notícias não virão deste país, o que se pode concluir é que subestimar o coronavírus é um grande erro, e um erro fatal que vai afetar muitas famílias. Não existe remédio para a covid-19 e muito menos uma vacina imunizante. Eles estão brincando com a vida a expondo aos perigos da morte, infelizmente.

 

Com informações: G1

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS