Por: JCS

Todo o comércio deve ficar fechado, exceto as essenciais como supermercados, lojas de alimentos e farmácias permanecerão abertos a partir da terça-feira (15), e as escolas a partir da quarta.

As pessoas só poderão receber dois convidados diários, conforme o primeiro-ministro Mark Rutte; medidas vigoram até 19 de janeiro.

A Holanda quer a qualquer custo proteger a vida dos cidadãos, portanto, adotará um “lockdown” de cinco semanas a contar de terça-feira (15), o objetivo é frear a grande expansão de contaminação da covid-19 que se alastra pelo país e pela Europa, informou nesta segunda-feira (14) o primeiro-ministro Mark Rutte.

capa oficial - Holanda coloca o país em “lockdown” por cinco semanas
“A Holanda fecha por cinco semanas”, disse Rutte em discurso proferido via TV na sede do governo em Haia, em frente ao qual havia manifestantes.

Rutte justificou a medica como extremamente necessária para enfrentar o grande surto de covid-19 que se espalha assustadoramente.

“Não estamos enfrentando uma simples gripe, como muita gente pensa”, disse, se referindo aos manifestantes que estavam em frente à sede do governo.

Foi dito à população que todos devem ficar em suas casas e que cada casa só pode receber dois convidados diários, disse Rutte.

Foi também informado que estas medidas serão aplicadas até 19 de janeiro.

Todo o comércio deve fechar, exceto oss essenciais como supermercados, lojas de alimentos e farmácias permanecerão abertos. As escolas fecham a partir do dia 16.

Museus, zoológicos, cinemas e academias de ginástica também fecharão.

coronavirus 4947210 1280 scaled - Holanda coloca o país em “lockdown” por cinco semanas
Foto: Pixabay

Com informações: Portal G1

OUTRAS LEITURAS



Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS