Por: JCS

Alguns países estão em fase final de testes para a nova vacina contra a Covid-19, enquanto isto, São Paulo negociou com a China a compra da vacina, agora chegou a vez do governo do Paraná e já entrou em contato com a Rússia para produzir no estado a vacina contra a Covid-19.

Tudo indica que, devido aos resultados positivos dos testes, as vacinas serão oficializadas em breve, contudo, depende da fase final de testes, a qual é feita em milhares de pessoas para checar se funciona, de fato, em todos.

A vacina que está sendo desenvolvida pelos russos apresentou resultados positivos nas fases iniciais, assim, indicam forte segurança e provável reação imunizadora que o antígeno desperta no organismo humano contra as ações do coronavírus.

Baseados nesta projeção, de que se deu certo nas fazes I e II, provavelmente dará certo na fase fina III. Assim, o Governo paranaense tem a intenção de assinar um acordo de cooperação técnica com a Rússia produzir a provável vacina no Estado do Paraná.

Data da assinatura

A assinatura do acordo deve acontecer em agosto.

Segey Akopov, embaixador da Rússia no Brasil, provavelmente se reunirá nos primeiros dias de agosto com o governador do Estado do Paraná, Ratinho Junior.

O esperado é que neste encontro, seja oficializada a parceria de produção da vacina, mesmo que os estudos de testes em humanos não tenham sido concluídos.

Conforme informações do Governo Russo, anunciadas em julho, a vacina desenvolvida passou em todos os testes. Dessa maneira, a Rússia passou a ser o primeiro país do mundo que concluiu os testes em humanos.

“A pesquisa foi concluída e provou que a vacina é segura”, afirmou Yelena Smolyarchuk, chefe do centro de pesquisa clínica da Universidade Sechenov, à agência de notícias russa TASS.

Com informações R7/ SNB

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS