Por: JCS

O governador discordou e criticou o plano de vacinação do Ministério da Saúde que pretende vacinação somente em março de 2021.

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, discordou e criticou o plano de vacinação do Ministério da Saúde, que pretende iniciar a vacinação em massa dos brasileiros a partir de março de 2021. Doria defende a tese de que: “Não há motivos para iniciar em março se poderemos fazer isso já no mês de janeiro”.

Ao criticar a morosidade do planejamento do Ministério da Saúde, ele questiona os governadores das outras capitais do Brasil se eles não veem, não leem, e não enxergam que todos os dias temos em média 500 pessoas morrendo no país vítimas da Covid-19(…) “vamos perder mais 60 mil vidas para daí iniciar a imunização? ”, questionou com toda a razão o governador de São Paulo em uma entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

O governador foi enfático ao dizer que, independente do cronograma de vacinação do Ministério da saúde, o plano de vacinação em São Paulo está programado para o mês de janeiro de 2021. “Quero reafirmar que, de forma responsável, seguindo rigorosamente a lei, nós vamos iniciar a imunização dos brasileiros de São Paulo em janeiro”, informou.

Dimas Covas, que é o presidente do Instituto Butantã, informou que: “estamos numa corrida para salvar vidas e precisamos de um programa de vacinação que seja ágil, que disponibilize essas doses muito rapidamente. Nós não podemos nos habituar com os esquemas tradicionais de vacinação pois estamos numa situação de emergência”.

O Governo de São Paulo, recebeu nesta quinta-feira (3), todos os princípios ativos da matéria prima que são suficientes para produzir 1 milhão de doses da vacina CoronaVac- que se encontra na terceira fase de testes clínicos em humanos- a qual deve passar muito em breve pelo registro da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)

Veja a coletiva do Governados de São Paulo:

 

Com informações: Portal Ig

OUTRAS LEITURAS



Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS