Por: JCS

Gilberto Dimenstein morre aos 63 anos, um excelente jornalista e escritor que fará muita falta

O escritor e jornalista Gilberto Dimenstein morreu hoje, ele tinha 63 anos. Dimenstein travava uma grande luta contra o câncer, que iniciou no pâncreas e se espalhou para o fígado.

Ele fundou o site Catraca Livre.

Conforme informações de sua família, morreu pelas complicações do câncer, aproximadamente às 9:00 da manhã. Provavelmente o enterro deva acontecer no domingo.

Jornalista conhecidíssimo na mídia escrita, praticamente, trabalhou quase todo seu tempo de vida na Folha de São Paulo, onde dedicou-se só 28 anos com muita competência e total empenho. Quando deixou de trabalhar ali, escreveu em sua última coluna:

“Saio da Folha com a gratidão de quem teve suporte para fazer da vida um laboratório. Mas a Folha não sai de mim: estará sempre associada à sensação de que o exercício da imaginação é o que nos torna singulares e relevantes”.

Em março, ele foi entrevistado pelo UOL onde contou sobre a luta que travava contra o câncer:

 

“O câncer me deu uma história de amor”, “a quimio me causou uma prisão de ventre que parecia que tinham me enfiado um milho, e sem aquela manteiguinha” e “exagerei no canabidiol e dormi com a cara no prato de lasanha”. Essas são algumas de suas falas que usou para se referir à sua doença.

Com informações: UOL

Imagens: Youtube UOL

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS