Por: JCS

Um garoto de 12 anos, morador em São Francisco, EUA, preocupado com a transmissão manual do coronavírus, inventou uma ferramenta eficiente que protege sua mão de tocar em superfícies que estejam contaminadas.

Mizan Rupan-Tompkins percebeu que seus pais ao abrirem uma porta estavam sujeitos a contrair o vírus, pensou em como poderia ajuda-los a diminuírem essa possibilidade, foi então que projetou uma espécie de gancho em uma impressora 3D. A ferramenta permite que a pessoa abra uma porta sem tocá-la diretamente com as mãos.

O nome do invento é Safe Touch Pro. Ela permite que o usuário digite números em teclados de PC ou caixa eletrônico, ou em postos de gasolina sem que haja um contato físico entre a mão e as teclas do equipamento.

“Eu fiz isso para os meus pais e agora está ajudando a todos”, afirmou Mizan ao noticiário de San Francisco.

Ao desenvolver o projeto, ele pensou em um material que fosse bem resistente ao vírus, por isso usou um plástico à base de plantas.

“Eu queria ter certeza de que era bom para o meio ambiente- e o vírus não pode sobreviver a ele”. Informou.

O jovem inventor desenvolveu o projeto, desde a estaca zero, em seu próprio computador.

Uso comercial do invento

A ferramenta é tão boa que já fez sucesso em sua vizinhança, inclusive, já vendeu centenas de Safe Touch Pro em seu próprio site, a cada dia ele atende dezenas de pedidos.

Cada uma custa US$. 14,99 (aproximadamente 80 reais).

Mizan, nos últimos 3 anos, foi educado em sua própria casa, e tem o sonho construir carreira na aviação, ou tecnologia.

Assista a uma reportagem com Mizan:

 

Com informações: SNB

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS