A conhecida Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), se uniu com o Conselho Comunitário de Manguinhos, Redes da Maré, Dados do Bem, SAS Brasil e União Rio, e lançaram um belo projeto inovador que viabiliza o atendimento integral em saúde nas favelas e vai contribuir para o enfrentamento da pandemia da Covid-19 na Maré e em Manguinhos (RJ).

É a Conexão Saúde: de olho na Covid, nome dado ao projeto, e conta com o apoio da gestão municipal, através das unidades de saúde da área programática local, e inclui desde a orientação e o apoio à população local, até a telemedicina, testagem molecular, rastreamento de contactantes e produção de mapas de risco dentro das comunidades.

Segundo os especialistas envolvidos, essas ações, implementadas de forma estruturada, constituem uma proposta de vigilância ativa que poderia ser considerada um modelo para o enfrentamento da pandemia em favelas e dos territórios populares. “A partir do envolvimento de diversos parceiros, estamos conseguindo integrar a atenção básica, de maneira sistêmica, ao enfrentamento da pandemia na região, oferecendo uma cadeia completa de atendimento, desde a possibilidade de um diagnóstico precoce e acompanhamento clínico, até a testagem molecular e o rastreamento de contactantes”, explica Valcler Rangel, coordenador do projeto pela Fiocruz.

De acordo com Rangel, uma segunda etapa do projeto prevê que ele possa ser replicado em outras favelas e periferias como um modelo de intervenção para emergências em saúde pública já testado em nível local, sendo uma contribuição complementar ao que já vem sendo feito pelos poderes públicos, com o objetivo de atingir a integralidade e equidade em saúde e assistência social, em sintonia com os princípios estruturantes do Sistema Único de Saúde (SUS).

118153083 3297314463660025 9129148954311630963 o scaled - Fundações se juntam para executarem projeto inovador de saúde em favelas no combate à covid-19
Foto: FioCruz

Uma segunda etapa do projeto prevê que ele possa ser replicado em outras favelas e periferias como um modelo de intervenção para emergências em saúde pública (foto: Peter Ilicciev)

A expectativa é que a iniciativa possa deixar um legado nos territórios onde seja implementada, com bases técnicas para o desenvolvimento de ações de Vigilância Ativa em Saúde, a construção de expertise para estratégias de distanciamento social em favelas, consolidação de modelos de comunicação voltado para emergências em saúde e ações de teleatendimento em psicologia e medicina adequado às condições de populações vulnerabilizadas.

A articulação de todos os parceiros envolvidos foi uma ação do União Rio, responsável por integrar esforços e expertises para a viabilidade do projeto: SAS Brasil, com a experiência de acompanhamento por telemedicina; Dados do Bem, com um aplicativo que permite a avaliação de sinais clínicos e epidemiológicos para testagem molecular, além de mapeamento de distribuição do vírus; Fiocruz, que coloca à disposição sua capacidade de produção e processamento de testes; e a Redes da Maré e o Conselho Comunitários de Manguinhos, responsáveis por toda a mobilização local.

118168357 3297314423660029 7238484979718680414 o - Fundações se juntam para executarem projeto inovador de saúde em favelas no combate à covid-19
foto: Fiocruz

Fonte: Portalfiocruz

 

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS