Por: JCS

Larry Teler, cientista da computação, morreu no dia (17/02). Mesmo não sendo tão conhecido como Steve Jobs ou Bill Gates, ele prestou uma contribuição conhecida por todos os usuários de computador,  inventou os comandos “cortar”, “copiar” e “colar”, que além de facilitar a vida de todos, poupa muito tempo na hora de digitar, não é mesmo?

ctr c - Faleceu o cientista da computação que inventou os comandos “copiar”, “cortar” e “colar”.
Foto: Reprodução

Tessler se formou em ciências da computação na Universidade de Standfor, Califórnia, (USA). Em 1973, trabalhando na Xerox PARC, juntamente com seu colega criou um processador de textos chamado Gypsy. Por ação de Tessler, esse programa foi o primeiro a utilizar os comandos “copiar” “cortar” e “colar”, criados para otimizar e facilitar a vida de quem edita textos.

 

 

CtrlV CtrlX Ctrl Z - Faleceu o cientista da computação que inventou os comandos “copiar”, “cortar” e “colar”.
Foto: Reprodução

Assim que saiu da Xerox, Tessler foi admitido na Apple em 1980. Que produziu os famosos computadores pessoais (PC) pioneiros: Lisa (1983) e Machintosh (1984). Esses lendários computadores foram os primeiros a disponibilizar os atalhos conhecidos como “Ctrl+C” (copiar), “Ctrl+X” (cortar) e “Ctrl+V” (colar), comandos que Tessler originalmente criou para um software da Xerox.

Antigamente, os editores de livros, jornais e qualquer manuscrito, cortavam no sentido literal, certas partes do texto em papel (com tesouras de edição) e “colavam” em uma nova página, os três conceitos eletrônicos acima foram inspirados nesta prática tradicional. Com o avanço das tecnologias, a invenção das máquinas fotocopiadoras, esta prática de “cortar” praticamente caiu em desuso, contudo, os termos “cortar e colar” foram totalmente aproveitados para dar nome às funções semelhantes executadas pelos Sofwares de computador.

Tessler quando deixou a Apple, em 1997, trabalhou nas empresas Amazon e Yahoo. Nelas, dedicou-se a aperfeiçoar a experiência dos usuários, sempre no intuito de criar interfaces que permitiam maior acesso.

Com informações: Gizmodo

 

Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS