Por: JCS

Para a alegria das mulheres, Jill Biden é a primeira-dama com mais graduações acadêmicas da história dos Estados Unidos!, isto mesmo, a esposa do recém eleito presidente dos Estados Unidos Joe Biden, ela acumula dois mestrados e um doutorado. E foi clara e taxativa dizendo que “não vai parar de dar aulas”. “Eu quero que o povo valorize os professores”, disse ela em entrevista à TV.

A única primeira-dama dos Estados Unidos que também era professora foi a esposa do então presidente Eleanor Roosevelt, isto há 90 anos passados, mesmo assim, ela teve que RENUNCIAR à sua profissão assim que o presidente assumiu o cargo. Quando eles mudaram para a Casa Branca, ela se viu forçada a abrir mão do seu sonho que tanto amava: dar aulas.

A doutora Jill pretende mudar essa perspectiva para as mulheres de todo o país mostrando a elas que não precisam abrir mão de suas carreiras por conta da carreira do marido, assim como fizeram várias outras primeiras-damas antes dela. Ela afirma com veemência que “esta decisão deveria ser uma escolha, não uma imposição”.

capa oficial - "Eu quero que o povo valorize os professores" diz Jill Biden que é doutora e primeira-dama americana

Alguns homens não pensam assim, é o caso de Douglas Emhoff, que é chamado de “segundo cavalheiro” da primeira vice-presidenta da história americana. Da mesma forma que Jill Biden, Douglas é professor universitário, assim que ele soube da vitória de Biden-Harris, o marido de Kamala Harris disse que largará seu emprego para dar total apoio à sua esposa, ele renunciou à sua profissão de forma voluntária.

Captura de Tela 449 - "Eu quero que o povo valorize os professores" diz Jill Biden que é doutora e primeira-dama americana
Michelle Obama: apoio incondicional à Jill Biden – Foto Instagram Jill Biden

Aqui não se cabe debater qual é a postura correta ou errada. Trata-se do que funciona para cada pessoa em particular. Jill Biden já teve uma boa experiência na casa branca. Seu marido foi vice de Barack Obama por 8 anos, ela sempre conciliou os compromissos de esposa do vice-presidente com seu trabalho de professora universitária, que tanto ama.

Tanto que, naquela época, Michele Obama que era a primeira-dama e amiga de Jill fez questão de apoia-la no Instagram: “Por oito anos, eu vi a dra. Jill Biden fazer o que muitas mulheres profissionais fazem com sucesso: administrar mais de uma responsabilidade ao mesmo tempo, dos seus deveres como professora, à suas obrigações oficiais na Casa Branca, ao seu papel como mãe, esposa e amiga”.

Portanto, a atitude livre, leve e solta de Jill, DESTOA, da tradição de anular-se em prol do marido, ela quer fazer valer o seu direito de fazer as suas próprias escolhas sobre a sua vida. Pois muitos pensam e querem que uma mulher se limite apenas a “caber na caixinha que determinaram para ela”.

Não demorou muito e, em artigo publicado no Wall Street Jounal ilustrou esse pensamento “anulador dos direitos da mulher”. O colunista Joseph Epstein falou o que pensava, achando que ela deveria se anular renunciando à sua profissão e ao título de doutora: “Drª Jill Biden soa e parece fraudulento, para não dizer um pouco cômico”.

O pensamento pequeno e medíocre do colunista acha que é cômico uma mulher se orgulhar por ser uma Doutora, e acredita que por ser mulher, ela tem que se “encaixar” e se “enquadrar” nas expectativas “anulatórias” que uma primeira-dama deve ter que seguir, mesmo que não queira.

Logo após a publicação deste artigo “sem noção”, a comunidade acadêmica veio a público em defesa de Jill. “Se você tem um doutorado seja em farmácia, educação ou biologia, não importa: Se intitule uma doutora. Você trabalhou anos para merecer o título. Grite para todos se você quiser. É seu direito” afirmou a arqueóloga Sara Helen Parcak, que é Doutora pela Universidade de Yale.

Michele Obama também saiu em defesa da amiga: “todos estamos vendo o que acontece com muitas mulheres profissionais, quer título seja, Dra. Srta., Sra. Ou até primeira-dama. Vezes demais, nossas conquistas são vistas com ceticismo, até escárnio”.

Jill fez um post em seu twitter dizendo: “Juntos, vamos construir um mundo onde as conquistas das nossas filhas serão celebradas, e não diminuídas”

Captura de Tela 450 - "Eu quero que o povo valorize os professores" diz Jill Biden que é doutora e primeira-dama americana
Foto: Instagram Jill Biden

 

Com Informações: Uol

Capa: Instagram

OUTRAS LEITURAS






Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.