Por: JCS

Um grupo de jovens estudantes baianos realizou um sonho, venceu o torneio internacional da NASA Espace Apps Challenge 2019, foi realizado em tempo real em 230 cidades de 83 países diferentes, contando com a participação de 29 mil pessoas no mês de outubro de 2019.

O resultado foi anunciado apenas nesta quarta-feira (22) pela Agência Espacial Americana (NASA).

A equipe foi formada pelos seguintes estudantes: Ramon de Almeida, 22 anos, do curso de Engenharia Química; Pedro Dantas, 19 anos, e Genilson Brito, 18 anos, do curso de Administração e por Thiago Barbosa, 23 anos, do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, a equipe CAFEÍNA produziu um sistema capaz de captar e atrair diversos resíduos plásticos nas águas dos oceanos.

O próximo passo deles é conhecer o NASA Kennedy Space Center, Flórida (EUA), onde são feitos os lançamentos de foguetes. Ali, deverão apresentarão o projeto para a equipe de engenheiros da famosa agência espacial

Realmente os brasileiros mandaram bem neste torneio, pois eles concorreram com mais de 2 mil projetos em disputa na primeiríssima etapa, de vários lugares do mundo.

A equipe CAFEÍNA conseguiu superar todos os outros projetos por terem um objetivo simples e bem direto: atrair e retirar os resíduos plásticos que podem ser ingeridos por animais marinhos.

Representando NASA Space em Salvador (BA) Leka Hattori, festejou a incrível vitória histórica do time brasileiro. “Eu já estava comemorando estarmos entre os 30 melhores do mundo, mas chegar a esse resultado em tão pouco tempo é, sem dúvida, uma grande conquista para mim e toda a equipe envolvida no projeto”, afirmou.

2 11 - Estudantes baianos venceram torneio da NASA, superando 83 países!
Fotos: Marina Silva/CORREIO

“Também é importante para as empresas e instituições que apoiaram o evento, os mentores, palestrantes e jurados voluntários, para o ecossistema de inovação local e, principalmente, os jovens da equipe Cafeína, que vão levar o nome da Bahia para o mundo através da ciência e empreendedorismo. ”

Uma outra equipe brasileira, de são Paulo(SP), ficou entre as 6 primeiras colocadas no torneio mundial.

3 1 - Estudantes baianos venceram torneio da NASA, superando 83 países!
Fotos: Marina Silva/CORREIO

Hackathon da NASA em Salvador

Em 2019, apenas 29 equipes brasileiras fizeram parte do hackathon na capital baiana, com aproximadamente 200 competidores, dos 520 inscritos na primeira etapa.

Neste ano, estima-se que 500 pessoas disputarão o prêmio em Salvador, que certamente acontecerá em outras 26 cidades brasileiras – e cerca de 200 cidades do mundo.

Imagens: Marina Silva/Correio24h
Com informações: Correio 24h

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS