Por: JCS

Um garoto de 10 anos escreveu uma carta comovente para o Papai Noel, alguns policiais militares ficaram incumbidos de “entregar” a carta ao destinatário no correio, contudo, quando eles leram o conteúdo, ficaram com os corações partidos.

O garoto procura explicar ao Papai Noel que tem um irmão autista que necessita de muitos cuidados e, sua mãe devido à atenção dada a ele, não consegue se firmar em emprego algum, faz também alguns pedidos que deixam qualquer um com “um nó na garganta”!

“Estamos passando por umas dificuldades aqui em casa, Papai Noel. Mande aqui pra minha casa uma cesta de alimentos e roupas pra mim e pro meu irmão…. e um chinelo para passar o Natal e o Ano Novo”, escreveu o pequeno Gabriel de 10 anos, morador de Peruíbe, São Paulo.

Como entregar a carta?

A mãe do Gabriel observou alguns PMs faziam uma ronda nas imediações de sua casa, na quinta-feira, dia 14, então ela pensou em pedir aos policiais que levassem a carta até os correios.

O soldado Fabiano recebeu a carta e ficou incumbido de entregar aos correios, pois a carta fazia parte da campanha do Papai Noel dos Correios – para voluntários adotarem pedidos de Natal. Ele não hesitou e logo abriu a cartinha para poder contribuir, ficou perplexo ao ler e viu o quanto era simples e urgente o pedido da criança.

“Nós esperávamos ler a carta com um pedido de brinquedo, algum jogo e, quando abrimos, ele pedia comida para a família passar o Natal e dois pares de chinelo, um para ele e outro para o irmão, que tem autismo”, revelou ao G1.

“Me deu um nó na garganta. Nós temos filhos e é muito triste ver uma criança pedindo comida para a família”, contou emocionado o policial.

Na mensagem, Gabriel falou que só tem a mãe, e não tem o pai: “Eu amo muito ela. Dizem que pai não faz falta, mas pra mim faz muita”, escreveu.

Bem mais que o presente

Comovidos, os PMs uniram-se para realizarem o pedido e darem além do que ele pediu.

“Eles compraram uma cesta básica e os calçados pedidos, além de doces para as crianças”, disse Fabiano.

Sabendo da urgência do pedido, os policiais resolveram antecipar o Natal.

O dia da entrega

Resolveram assim realizar os pedidos no MESMO DIA !

Para convencer as crianças do motivo da antecipação, criaram uma bela história.

“Dissemos aos meninos que o Papai Noel estava pelo Centro da cidade e que já tinha adiantado os presentes”, concluiu o soldado.

Disse ainda que Gabriel não tinha esperanças de ser realizado o pedido tão cedo e, ficou imensamente feliz ao receber os “presentes”

carta natal comida e1573836303339 - "É de cortar o coração” - Menino escreve carta comovente para Papai Noel!
Criança pede cesta de alimentos e chinelos em cartinha à Papai Noel, em Peruíbe — Foto: Divulgação/Polícia Militar
carta papai noel PMs e1573836371718 - "É de cortar o coração” - Menino escreve carta comovente para Papai Noel!
A entrega a Gabriel – Foto: divulgação / PM
carta papai noel cesta e1573836432704 - "É de cortar o coração” - Menino escreve carta comovente para Papai Noel!
A cesta entregue – Foto: divulgação PM

Com informações> G1


OUTRAS LEITURAS


Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS