Por: JCS

O retorno às aulas presenciais da rede pública estadual de Manaus, Amazonas, foi marcado por muitos deboches e protestos dos alunos, conforme demonstram as fotos publicadas nas redes sociais que viralizaram.

Ao que tudo indica, mesmo sendo duramente castigada pela Covid-19, os alunos ou não querem voltar a estudar por medo das ameaças da pandemia ou realmente não estão nem aí para o perigo do vírus. Exemplo disso é a forma que alguns utilizaram as máscaras (que é um equipamento que se bem utilizado pode os proteger), não utilizaram corretamente. Em alguns momentos pode-se ver o aluno cobrindo todo o rosto ou apenas parte, e descobrindo boca e nariz, descumprindo as recomendações de segurança.

Outro estudante ridicularizou o tamanho da máscara fornecida pelo governo do Estado, fazendo um meme para a internet, a imagem mostra ele cobrindo todo o rosto com a máscara. Em outro post, alguns além de não respeitarem o distanciamento social, observa-se uma aluna com uma pinça fazendo a sobrancelha de outra, ou seja: a oportunidade de estudar virou bagunça generalizada e possibilidade de vários se contaminarem devido ao desrespeito das normas de segurança e proteção.

alunos 01 - Como foi a volta às aulas em Manaus: “muitos deboches, memes e máscara gigante”
Imagens de alunos de Manaus usando máscaras nos olhos viralizaram nas redes sociais. — Foto: Reprodução/Redes Sociais
alunos 03 - Como foi a volta às aulas em Manaus: “muitos deboches, memes e máscara gigante”
Aluna tira a sobrancelha de outra durante as aulas. — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um outro meme traz uma montagem de como seria a expectativa e a realidade do retorno as aulas, com distanciamento desejável e, do outro lado, como as pessoas estavam praticando, completamente diferente do esperado, demonstrando o aglomeramento irresponsável que os alunos fazem.

alunos 05 scaled - Como foi a volta às aulas em Manaus: “muitos deboches, memes e máscara gigante”
Meme mostra diferenças entre a expectativa e a realidade do retorno. — Foto: Reprodução/Redes Sociais

O retorno às aulas presenciais aconteceu neste dia (10) segunda-feira, depois de 146 dias de aulas suspensas devido à pandemia do coronavírus. O estado do Amazonas é o primeiro estado do país a decretar o retorno das aulas nas escolas públicas. Convém lembrar que, no Brasil, a média diária de óbitos pelo coronavírus é 1200 pessoas, e cerca de 50.000 são infectados a cada dia. O pior de tudo é que não há uma vacina disponível e nem remédios preventivos eficazes.

O Amazonas já sofreu muito com o coronavírus, sendo que mais de 107 mil pessoas já foram infectadas gerando uma média de 3 mil óbitos no estado. Em junho “teoricamente” aconteceu uma pequena redução de casos de infecção e mortes diárias, crendo que isto é positivo para a população, o governo resolveu conceder, de forma gradual a reabertura do comercio e das escolas privadas.

O governo realmente está “muito otimista”, pois conforme disse a Seduc ao portal G1, os alunos estão sendo orientados sobre como usarem corretamente as máscaras de proteção. Sobre as imagens das aglomerações do lado de fora da escola, disseram, que apesar de todas as orientações, não pode se responsabilizar pelo que acontece fora das dependências da escola.

“[…] Durante todo o processo de retorno às aulas presenciais, as equipes da Secretaria de Educação são responsáveis pela orientação da necessidade do uso correto das máscaras e obrigatoriedade da mesma dentro da sala de aula. Não é permitida a entrada de estudantes sem máscara. […] Quanto às normas de distanciamento dentro das escolas, todas as as unidades estão sinalizadas e orientadas a evitar aglomerações inclusive com as quadras esportivas e áreas comuns fechadas. Em relação a área externa da escola, a Secretaria de Educação também orienta a necessidade de evitar aglomerações na frente da escola, mas não é responsável pelos estudantes a partir da saída”, afirma a nota.

Dessa maneira, não precisa ser nenhum “vidente” para saber o que vai acontecer com estes alunos e seus familiares, provavelmente, se contaminados, levarão riscos aos parentes que estão tentando se proteger em suas casas.

Nenhuma vacina eficiente chegou às farmácias e a dura verdade é que não temos nenhum remédio que previna os danos de uma infeção. Ou seja, o perigo de contaminação é forte e real.

whatsapp image 2020 08 11 at 09.31.58 - Como foi a volta às aulas em Manaus: “muitos deboches, memes e máscara gigante”
Ato de professores e estudantes protestam contra retorno das aulas presencias. — Foto: Eliana Nascimento/G1 AM

Com informações: G1

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS