Por: JCS

O que você acha de encontrar um tubarão vivo com 512 anos de idade? Isto pode até parecer absurdo, más, para a ciência investigativa não. Cientistas fizeram uma grande descoberta nas águas do Oceano Atlântico Norte que esconde muitas surpresas sobre a longevidade dos tubarões.

Os cientistas acreditam que encontraram o vertebrado vivo mais velho do mundo, o tubarão-da-Groelândia com idade acima de 500 anos. Eles afirmam que esta espécie cresce em média 1 cm por ano, portanto, os pesquisadores calcularam sua idade baseados em seu comprimento atual, 5,5m, e datação por radiocarbono. Desta forma, o tubarão teria entre 270 a 512 anos de idade.

A técnica de datação por radiocarbono é relativamente simples, os biólogos marinhos responsáveis pela descoberta medem as lentes oculares dos tubarões. A quantidade encontrada de radiocabono nos olhos indica a idade do tubarão, esses resultados, indicam que este é uma das criaturas mais antigas do mundo.

Kim Praebel, professor responsável pelas pesquisas diz: estes tubarões representam verdadeiras “capsulas do tempo” vivas, em entrevista ao The Sun.

A medição da idade de determinados animais, realmente, não é uma ciência exata, contudo os aprimoramentos das técnicas estão ajudando em uma medição mais exata possível.

Mesmo que os pesquisadores nunca o tenha visto caçando, eles acreditam que os tubarões-da-Groelândia se alimentem de peixes. Contudo, em alguns exames feitos com o invertebrados, foram encontrados restos de cavalo e de rena em seu aparelho digestivo.

Por ter uma vida muito longa, o animal é tido como uma grande iguaria na Islândia, mesmo sendo sua carne venenosa, que exige assim um cuidado muito especial.

A existência destes animais pode ajudar os cientistas a analisarem os efeitos da poluição no mar durante os séculos. Até porque certos tubarões desta espécie provavelmente já eram vivos antes mesmo da Revolução Industrial.

Uma das perguntas a ser respondida dentro deste estudo é: qual o segredo da longevidade do tubarão. Tal resposta pode ajudar os cientistas a entenderem, dentro da biologia, o que determina a expectativa de vida nas diferentes espécies existentes, inclusive a humana.

Tubarao Groelandia - Cientistas descobrem um tubarão vivo com mais de 500 anos de idade
Foto: Reprodução

Existem várias áreas interessadas nestes estudos, inclusive a indústria cosmética.

Com informações: Ultimosegundo

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS