Por: Paula Luminati
e Roberta Galdino Chiromatzo

“Cansada de ver postagens do tipo “as crianças estão ficando doentes em casa”, “lugar de criança é na escola” , “nesse momento a escola é o lugar mais seguro” , “as crianças estão traumatizadas”, e assim vão outras falas.

A criança precisa de um lugar seguro, de cuidado, de carinho, de amor, de saúde, de brincar, de correr, e muito mais.

Algo está errado se a criança está ficando doente e deprimida em casa.

A casa é o espaço de referência da criança, é lá que ela aprende a ser educada, gentil, ser amorosa, a se alimentar, a se higienizar, a falar, a andar, conquista a sua autonomia, aprende amar e ser amada.

É no seio da família que a criança aprende as melhores histórias, as melhores brincadeiras, dá as melhores gargalhadas, anda de bicicleta, cai e aprende a levantar, é em casa que aprende a ouvir e obedecer, a ter a suas responsabilidades, mesmo que seja com seus brinquedos ou com o seu chinelo.

capa oficial - "Cansada de ver postagens do tipo "as crianças estão ficando doentes em casa", "lugar de criança é na escola" .

A escola é lugar de EDUCAÇÃO CIENTÍFICA e FORMAL, escola não é a salvação dos filhos de ninguém. Os/As mestres ensinam brilhantemente os filhos de outros, contudo a sua missão acaba ali.

Os filhos voltam para casa, porque filho é eterno e aluno é transitório.

Lugar de criança é na escola sim! Jogar com os amigos, frequentar a biblioteca, SOCIALIZAR, (tá na moda né?), brincar no parque, no intervalo, andar em grupinhos (Ô tempo bom!). As pessoas têm um pensamento utópico de que as escolas voltarão a funcionar como antes, de antemão já aviso: NÃO IRÃO!

Eu sei como é a realidade de uma escola, de uma sala de aula, dos alunos.

Por muito tempo a escola não será como antes.

As famílias precisam parar de usar a escola como responsável por fazer por seus filhos o que a família não faz, em poucas palavras: ser tapa-buraco.

Pega a sua criança e conte uma história, faça um cinema em casa, brinque de carrinho, boneca, faça de conta, brinque com seus filhos, jogue com seus filhos, role no chão com seus filhos, dê atenção!

Filho não é status, não é foto nas redes sociais, não é brinquedo.

“Ah, mas eu trabalho e não tenho tempo! Ah, eu chego cansado! Ah, eu estou estressada!” SE VIRA!

Quando decidiu ter filhos já sabia como seria.

Não jogue a responsabilidade da vida da sua criança para a escola, não é função da escola criar ninguém, suprir carência de ninguém, ser babá de ninguém. Essa função é única e exclusiva da Família.

Vejo um monte de pessoas reclamando que as escolas não estão abertas, mas não vejo essas pessoas lutando pela vacinação dos profissionais da escola, todos os profissionais de uma instituição de ensino. Porque escola não é só professores e direção.

Por fim faça a sua parte como instituição familiar e aguarde a pandemia desacelerar para que a instituição escolar volte a funcionar para levar o conhecimento formal e científico para os vossos filhos.

Enquanto isso ame a sua criança e não faça dela um fardo prestes a ser dispensado com urgência em uma instituição de ensino.

(Roberta Galdino Chiromatzo)

Leia a publicação original:

"Cansada de ver postagens do tipo "as crianças estão ficando doentes em casa", "lugar de criança é na escola" , "nesse…

Publicado por Paula Luminati em Domingo, 28 de fevereiro de 2021

OUTRAS LEITURAS



Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS