Fonte: Zoorprendente

Com o passar dos anos é normal aparecerem alguns problemas de saúde, perda de visão, audição. O tempo atinge não apenas os humanos.

Os animais também são afetados e sofrem os desgastes naturais do passar dos anos. Foi o que aconteceu com o pequeno Charlie, cãozinho de 11 anos, atingido por um glaucoma, perdeu seus dois olhos, esta doença afeta a visão gradualmente até provocar a cegueira.

charlie - Cachorro idoso cego recupera a alegria de viver ao ganhar seu próprio “Cão-Guia”

No início da cegueira sua vida não foi tão afetada. Com o passar dos anos, ele passou a ficar muito mais parado, inclusive parando de brincar, com medo de machucar-se ao bater nos móveis e objetos.

Seus donos vendo o sofrimento dele tiveram uma ideia maravilhosa: Conseguir um cachorrinho e assim fazer companhia a Charlie, foi então que chegou o pequenino Maverick, que trouxe alegria e muito movimento ao cão solitário.

amigos - Cachorro idoso cego recupera a alegria de viver ao ganhar seu próprio “Cão-Guia”

Os dois se deram muito bem, brincavam sem parar, pareciam até que eram irmãos, Maverick mesmo sendo bem jovem, parecia compreender muito bem o estado limitado de saúde de Charlie, colocava brinquedos à sua frente e sempre o orientava quando caminhavam juntos.

brincando - Cachorro idoso cego recupera a alegria de viver ao ganhar seu próprio “Cão-Guia”

conduzindo - Cachorro idoso cego recupera a alegria de viver ao ganhar seu próprio “Cão-Guia”

Quase sempre os dois dormem juntos para que o outro entenda que não está só.

dormindo - Cachorro idoso cego recupera a alegria de viver ao ganhar seu próprio “Cão-Guia”

A verdade é que o pequeno cãozinho trouxe uma nova esperança a Charlie, e o lembrou que ainda tem muitos anos de vida pela frente, e que sempre terá um amigo para compartilhar seus melhores momentos Juntos.


OUTRAS LEITURAS


Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS