Por: Cecília Sfalsin

Às vezes, se calar, engolir a seco algumas palavras e sair de cena, é mais sensato do que querer ter razão. Por mais que nos machuquem com palavras, por mais que nos ofendam, humilhem ou nos entristeçam, em certas ocasiões o silêncio realmente é uma forma de dizermos para Deus:

CUIDA DESSA CAUSA PRA MIM, FAÇA O QUE EU NÃO POSSO FAZER, E RESPONDA À ALTURA O QUE A MINHA ALMA, POR ESTAR FERIDA NÃO CONSEGUIU RESPONDER.

Querer ter paz é diferente de querer estar certo, e querer provar o tempo todo a quem sempre teve o melhor de nós que não somos nada daquilo que ele, por suas deduções ou influências decidiu pensar a nosso respeito, é perda de tempo e valor.

Uma pessoa pode até ter um grande significado em sua vida, mas se você não entender que antes dela vem você de nada valerá a pena.

Só nós podemos contar a nossa história, só nós sabemos quantos leões vencemos por dia sem que os outros percebam a nossa dor, a nossa vontade de desistir e os nossos cansaços que vez ou outro nos corrói por dentro.

Só nós e Deus sabemos quantos passos ainda nos falta para chegarmos aonde o nosso coração deseja, e o quanto já choramos por esse caminho afora por não podermos contar com ninguém.

Esse rodeio todo, eu só fiz para te dizer o seguinte: Se envolva com o que realmente faz bem a você, e não permita que ninguém te faça se sentir menor ou inútil.

A gente tem que deixar o tempo passar, sabe! E nos colocar em nosso devido lugar!
Eu acredito muito nesse amanhã demorado que chega para todos, nesse já era que não avisa, nesse tanto faz que reorganiza filas, e em corações que se ausentam por terem sido mais desprezados e ignorados, do que amados e valorizados.

Eu acredito muito nessa lei do retorno que nos faz voltar para casa depois de uma longa viagem em vão, ou não.

*Cecilia Sfalsin

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS