Por: JCS

Duas araras-canindé foram localizas na cidade de Ipeúna (SP), transformando o achado em um evento para os moradores. Essas aves não comuns nesta região, portanto, o administrador de empresar Tadeu Fischer, aproveitou a rara oportunidade para registrar várias imagens do casal, as imagens além de trazerem conhecimento sobre a espécie, foram uma forma de mostrar o trabalho de um projeto que luta para preservar esta espécie vítima do comércio ilegal.

Tadeu observou as duas araras em uma árvore e rapidamente pegou sua câmera para registrar as imagens, assim, ao divulgar nas redes sociais ele teve uma surpresa. “De início achei que fossem um casal. Nesse momento, segui toda a trajetória delas e continuei por vários dias. Pelas cores, deu pra saber que eram araras-canindé. A identificação de que era mãe e filhote veio um tempo depois analisando as fotos”, disse.

Para identificar a origem destas aves Fischer procurou o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) Pró Arara, na cidade de Araras, e o biólogo Fernando Magnani, que tem um trabalho de mais de 15 anos com projetos de recuperação de biodiversidade no estado de São Paulo o atendeu.

O CRAS tem uma ligação com o Instituto Brasileiro de Proteção à Natureza, e são parceiros responsáveis pela reabilitação, treinamento e soltura de forma branda na natureza de animais que foram vítimas do tráfico e dos maus-tratos.

capa oficial - Arara-canindé ameaçada pelo tráfico é vista com filhote 50 km distante do local onde foi salva em 2018

As duas araras que Tadeu fotografou eram resultantes deste trabalho de resgate do CRAS. “Vimos um princípio de numeração de anilha e, por conta desses números, soubemos o fato mais relevante: a arara era proveniente do tráfico, havia sido resgatada e reabilitada, foi solta em 2018 e agora vivia livre na cidade”, afirmou Magnani.

2 6 - Arara-canindé ameaçada pelo tráfico é vista com filhote 50 km distante do local onde foi salva em 2018
Observador flagrou a arara-canindé adulta voando, onde se vê a anilha; foto iniciou a pesquisa da origem do animal — Foto: Tadeu Fischer/Acervo Pessoal

Por mais de 100 anos, as araras-canindé foram consideradas extintas no município de Araras, realidade que só mudou com as ações dos pesquisadores do CRAS em 2015.

3 8 - Arara-canindé ameaçada pelo tráfico é vista com filhote 50 km distante do local onde foi salva em 2018
Observador flagrou a arara-canindé adulta voando, onde se vê a anilha; foto iniciou a pesquisa da origem do animal — Foto: Tadeu Fischer/Acervo Pessoal

A presença destas duas aves em Ipeúna é uma excelente notícia, afinal elas viajaram 50 km desde o local onde foram soltas inicialmente, distância relativamente comum para esta espécie que tem uma grande resistência para voos demorados. O bom deste encontro foi saber que a ave menor é um filhote da outra arara, o que indica que ela está naturalmente se reproduzindo.

1 7 - Arara-canindé ameaçada pelo tráfico é vista com filhote 50 km distante do local onde foi salva em 2018
Imagem mostra momento em que o filhote da arara-canindé arrisca voar entre algumas árvores e ainda testa a manobra de pouso em um galho seco — Foto: Tadeu Fischer/Acervo Pessoal

“Esse animal, depois de passar tudo o que passou (de ser retirado da natureza ainda filhote, separado dos pais, de viver em cativeiro por vários anos), soube regressar à natureza e entender exatamente o que fazer: procurar um parceiro, um local seguro para o ninho, ter um filhote e continuar os cuidados com ele”, disse o biólogo Fernando Magnani.

4 7 - Arara-canindé ameaçada pelo tráfico é vista com filhote 50 km distante do local onde foi salva em 2018
Das “broncas” às carícias, observador flagrou a relação entre o adulto e o filhote de arara-canindé — Foto: Tadeu Fischer/Acervo Pessoal

“A captura dessa imagem tem duas finalidades importantes: a educação da população sobre a importância de conservar o ambiente ou tentar recuperá-lo e a recompensa pelo trabalho do projeto de receber o animal, fazer a aclimatação e o treinamento para a vida na natureza – (Fernando Magnani – Biólogo)

Fischer também teve a felicidade de ser uma testemunha ocular do resultado dos trabalhos feitos com as araras ao registrar as imagens. “Vejo a fotografia como uma forma de evidenciar uma situação ou um resultado para facilitar análises e planejamentos. Talvez o mais importante é a motivação de evoluir no trabalho futuro, tanto do fotógrafo quanto da área de pesquisa que cuida e reintroduz as araras na natureza”, disse.

Veja que imagens interessantes:

6 3 - Arara-canindé ameaçada pelo tráfico é vista com filhote 50 km distante do local onde foi salva em 20187 3 - Arara-canindé ameaçada pelo tráfico é vista com filhote 50 km distante do local onde foi salva em 2018capa 221 arara caninde 0137 1 - Arara-canindé ameaçada pelo tráfico é vista com filhote 50 km distante do local onde foi salva em 2018

Com informações: G1
Imagens: Tadeu Fischer/Acervo Pessoal

OUTRAS LEITURAS






Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.