Por: Elena Sanz

Diz um ditado popular: “para sabores, cores”; algo que poderia facilmente ser estendido a: “para sabores, sabores”. É comum cada um de nós sentir preferência por um tipo de sabor e alimento. No entanto, muitas pessoas sentem um desejo por doces que vai além de sua predileção natural .

Todos nós conhecemos os efeitos prejudiciais de uma dieta à base de excessos neste tipo de produtos. No entanto, o desejo predominante de consumi-los parece irreprimível . Portanto, se queremos combater essa necessidade prejudicial, devemos entender por que ela ocorre.

Qual é a ansiedade de comer doce?

Em primeiro lugar, é necessário definir em que consiste a ansiedade de comer doces, pois comer alimentos ricos em açúcar não é, em si, negativo. A glicose é necessária para o bom funcionamento do corpo ; é nossa principal fonte de energia.

O que acontece é que nem todos os tipos de açúcar são benéficos . E aqueles que costumam sentir desejo por doces tendem a escolher os mais prejudiciais; isto é, doces e outros alimentos industrializados e processados.

Além disso, não se trata de alimentação consciente e voluntária, mas impulsiva. A vontade de comer doce aparece e é quase impossível lutar contra ela. Assim, após ter sucumbido a esse impulso, a pessoa experimenta um alto nível de culpa .

Capa Ansiedade em comer doces scaled - Ansiedade para comer doce
Crédito imagem: Pixabay

Quais são as causas?

Não é possível identificar uma única causa que explica a origem do desejo de comer doces. Em cada caso, vários fatores intervêm ; no entanto, os mais comuns são os seguintes:

Altos níveis de estresse

Muitas pessoas, ao passarem por períodos de especial nervosismo ou tensão psicológica, sentem que o estômago fecha e mal conseguem comer. No entanto, em muitos outros casos, o estresse desencadeia a necessidade de ingerir açúcar.

Isso se explica pelo fato de o estresse ser uma reação natural do organismo que nos prepara para atuar em determinadas situações de perigo. Porém, quando o estresse é sustentado, permanecemos alertas por um longo período de tempo , consumindo assim todos os nossos recursos energéticos.

Nesse caso, o corpo pede a glicose de que precisa para se repor e continuar a funcionar . E é aí que uma má escolha nos leva a escolher produtos açucarados de baixa qualidade.

Causas emocionais

Também é muito frequente que a necessidade de comer doces apareça quando o indivíduo se sente mais triste ou para baixo. De certa forma, trata-se de preencher o vazio emocional que você sente no momento com alimentos ricos em açúcar.

Mas, novamente, isso tem uma explicação. Ao comer esses tipos de produtos, o circuito de recompensa do cérebro é ativado . Ou seja, o corpo começa a liberar dopamina; o que nos faz sentir mais felizes e mais satisfeitos momentaneamente. Porém, em um curto espaço de tempo, a sensação desaparece e precisamos comer açúcar novamente, desenvolvendo uma espécie de vício nesse tipo de alimento.

Tédio

Curiosamente, não raro confundimos fome e tédio . Assim, quando não estamos sem nada com que nos ocupar, é frequente acabarmos comendo sem passar fome, optando também por alimentos menos saudáveis ​​e com maior teor de açúcares.

macaron 2462247 1280 scaled - Ansiedade para comer doce
Crédito imagem: Pixabay

Como combater a ansiedade de comer doces?

Comer doces de forma impulsiva, excessiva e incontrolável tem consequências graves para a saúde. Portanto, é importante que busquemos o atendimento e tratamento mais adequados para este problema; algo que geralmente inclui a intervenção de vários profissionais, como psicólogos e nutricionistas .

Uma das tarefas mais importantes é aprender a identificar os diferentes estados emocionais . Pergunte-se: estou com muita fome ou apenas triste, entediado ou estressado?

Uma vez estabelecido que a fome não é o problema, será necessário adquirir estratégias mais adaptativas para lidar com a ansiedade ou a tristeza. Não é saudável usar alimentos como regulador do humor, por isso é fundamental desenvolver modos de enfrentamento mais adequados.

Por último, também é importante lembrar que o objetivo não é restringir completamente a ingestão de açúcares. Por esse motivo, dietas excessivamente restritivas não são uma boa alternativa, pois só aumentam a ansiedade em comer doces. Uma alimentação equilibrada e a atenção de profissionais qualificados constituem a melhor intervenção.

 

Adaptado e traduzido de: Lamenteesmarillosa

Crédito imagens: Pixabay

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS