Segundo dados das autoridades ambientais brasileiras, em junho de 2020 quase 2.300 incêndios foram registrados e ainda não atingiram a fase mais crítica. O “pulmão verde” da América é consumido pouco a pouco.

Honestamente, este 2020 não tem intenção de nos dar uma trégua.

Na quarta-feira passada, as autoridades ambientais brasileiras revelaram que os incêndios que atualmente afetam a Amazônia aumentaram quase 20% em relação ao mesmo mês do ano passado, tornando- o o pior mês de junho nos últimos 13 anos.

amazonas junio incendios forestales 1 - A Amazônia "pulmão verde" da América é consumido pouco a pouco.
Phys.org

É precisamente no sexto mês do ano em que a estação seca começa na floresta amazônica , e desta vez foram registrados 2.248 incêndios. Os analistas prevêem que 2020 será muito pior do que o já desastroso 2019 , provocando raiva e preocupação em grande parte do planeta.

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais do Brasil (INPE) , encarregado de monitorar alertas de incêndio em tempo real, não registrou tantos surtos de incêndio desde 2007, quando registrou mais de 3.500 acidentes. No entanto, uma perspectiva muito bem mais pessimista é esperada para o mês de agosto.

amazonas junio incendios forestales 2 - A Amazônia "pulmão verde" da América é consumido pouco a pouco.
Mercopress

Infelizmente, a grande maioria dos incêndios na Amazônia é causada por seres humanos, com o desmatamento causado principalmente por agricultores que “limpam” a terra para cultivo.

Para ambientalistas e uma parte importante da população, outra das grandes culpadas desse inferno literal é a política permissiva empregada pelo governo atual , a quem eles acusam de promover o desmatamento legalizando atividades agrícolas e de mineração em áreas protegidas.

amazonas junio incendios forestales 3 - A Amazônia "pulmão verde" da América é consumido pouco a pouco.
Photo by FERNANDO BIZERRA JR/EPA-EFE/Shutterstock

As consequências também podem afetar a saúde das pessoas. Os especialistas alertam que, se houver um aumento no número de incêndios, isso poderá aumentar a dificuldade respiratória de uma população que já é tremendamente afetada pelo coronavírus.

O perigo está mais presente do que nunca. A Amazônia é um pulmão do mundo e não podemos nos dar ao luxo de perdê-lo.

 

Traduzido e adaptado de: UPSOCL

 

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS