Por: JCS

A prefeitura da cidade de São Paulo contratará 5 mil mães de alunos, assim, elas ajudarão na grande e urgente tarefa de cumprir os protocolos contra a vocid-19 em escolas municipais. Dentre as atividades do cargo, elas devem medira a temperatura, fazer higienização de equipamentos utilizados por todos, e também prestar orientações aos estudantes quanto ao uso das máscaras e principalmente o distanciamento social.

Este projeto está em fase final de elaboração, devendo durar seis meses e pagando um salário médio de R$ 1.000,00. Conforme a secretaria municipal de Educação, a contratação deverá ser feita apenas com mães de alunos desempregadas. Maiores detalhes serão fornecidos na quarta-feira (17).

Aulas presenciais voltaram na capital de São Paulo nas escolas públicas desde segunda-feira (15). A prefeitura deixou claro que as escolas que forem abertas estarão preparadas para receber alunos e profissionais de educação com toda a segurança possível. “Todas as escolas do ensino municipal seguem um protocolo de limpeza rigorosa para a volta às aulas presenciais”, disse o prefeito.

Existem ainda, algumas unidades escolares que estão fechadas por estarem em fase final de ajustes para a adequação das normas de segurança e as exigências dos protocolos de higienização. Portanto, nestas escolas, as aulas serão fornecidas online até o dia 22.

Captura de Tela 4 - Prefeitura de SP contratará 5 mil mães para ajudar na fiscalização de alunos contra a covid-19
Foto: BRUNO ROCHA/ESTADÃO CONTEÚDO/15.02.2021

A prefeitura informou ainda que o retorno às aulas presenciais é FACULTATIVO às famílias não se sentirem confortáveis, sem prejuízo nas aprendizagens dos estudantes. Sendo que estas aulas presenciais seguirão os horários regulares estabelecidos para cada turma.

Visando atender todos os casos possíveis, o ensino será ministrado de forma híbrida (presencial e online), sendo que a quantidade de dias que o estudante frequentar a escola pode variar em cada unidade de ensino, conforme a quantidade de estudantes que aderirem às aulas presenciais, e serão comunicadas pela própria escola.

A prefeitura informa ainda que, todas as escolas municipais da prefeitura seguirão um protocolo de limpeza bem específico para a volta das aulas presenciais. Tendo higienização constante, assim, apenas 35% dos alunos de cada sala estarão na aula presencial, sendo que o sistema de aula presencial acontecerá no formato rodízio, mesclando presencial com online.

Com toda esta exposição e presença de alunos e funcionários na escola, foi criado um comitê para monitorar possíveis casos de covid-19 em cada unidade escolar, assim, será garantido que as aulas presenciais continuem ou não.

Com informações: R7
Imagens: BRUNO ROCHA/ESTADÃO CONTEÚDO – 15.02.2021

OUTRAS LEITURAS



Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS