Fonte: 1News

O nome dela é SILMARA CRISTINA SILVA, merendeira, com sua coragem e bravura, em um ato heroico conseguiu salvar 50 estudantes, durante o ataque que matou 10 pessoas na Escola Estadual Raul Brasil (Suzano).

Nesta terça feira,(13), dois jovens entraram na escola, fortemente armados, no horário da merenda, e começaram atirar a queima roupa, e no final se suicidaram.

Silmara conta que fizeram uma barreira protetora, utilizando-se de Mesa, Geladeira e freezer na tentativa de protegerem-se.

“Nós estávamos servindo merenda e aí começou os ‘pipocos’ e as crianças entraram em pânico. Abrimos a cozinha e começamos a colocar o maior número de crianças dentro e fechamos tudo e pedimos para eles deitarem no chão. Foi muito desesperador, porque foram muitos tiros, muitos tiros mesmo e era muito pânico”, conta ela chorando copiosamente.

Contou que o desespero durou aproximadamente 15 minutos, pois eles andavam de um lado para outro, dando a entender que procuravam alguém em específico, e o terror se espalhou pois atiravam sem parar, não puderam ver tudo por estarem abaixados e com muito medo.

Contou também que haviam em média 50 estudantes ali reunidos, conseguiu trancar a porta com todos deitados no chão, e os atiradores estavam muito próximos, sendo a cozinha rodeada de janelas, diz que agradece a Deus por não terem entrado e os encontrado, pois assim o estrago seria bem maior.
Ela merece nossa admiração e respeito !


OUTRAS LEITURAS


Sensível Mente
Revista de opinião e entretenimento, sobre temas relacionados ao equilíbrio entre mente corpo e espiritualidade.

COMENTÁRIOS